PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 10 DE AGOSTO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

07 DE FEVEREIRO DE 2020

Requerimento questiona Executivo sobre multa à Piracicaba Ambiental


Laércio Trevisan é autor do requerimento 42/2020



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Requerimento gerou justificativas de voto durante a segunda reunião ordinária desta quinta-feira (6)






O vereador Laércio Trevisan Jr. (PL), por meio do requerimento 42/2020, questiona o Executivo se a Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente) aplicou multa na empresa Piracicaba Ambiental S/A, nos meses de novembro e dezembro de 2019 e em janeiro de 2020. A propositura foi aprovada na noite desta quinta-feira (6), na segunda reunião ordinária de 2020.

Em caso negativo, Trevisan pergunta quais providências foram adotadas pela Sedema diante dos problemas relacionados à coleta de lixo na cidade de Piracicaba.

Ele também questiona se a secretaria encaminhou alguma notificação à empresa. Se sim, pede cópia e relação detalhada das providências adotadas pela pasta.

Durante a segunda reunião ordinária desta quinta-feira (6), o vereador Paulo Campos (SD) utilizou a tribuna para justificar seu voto favorável ao requerimento de Trevisan.

Campos destacou a audiência pública marcada para o dia 19 de fevereiro, por iniciativa da vereadora Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (CID), por meio do requerimento 89/2020. A audiência contará com a presença do diretor presidente da Piracicaba Ambiental, a presidente da Cooperativa Reciclador Solidário, o secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente, o diretor geral da Ares-PCJ, o prefeito e será referente ao contrato de parceria público privada do município de Piracicaba. 

"Porém, o que me causa uma preocupação demasiada é o fato de que amanhã ou depois essa empresa ambiental decrete falência. Com o conhecimento que tenho a respeito da CLT, a prefeitura vai responder solidariamente e isso pode gerar um passivo muito grande. Acredito que está caminhando para isso. Olhem o caos que estamos vivendo. Eu recebo ligações todos os dias de moradores que relatam problemas no bairro porque a coleta de lixo não passou", disse o parlamentar. 

Paulo Campos disse que os garis não têm culpa nessa situação. "Eles são pessoas queridas e trabalhadoras, que merecem o nosso respeito", disse.

O vereador Marcos Abdala (REP) citou que diariamente recebe as mesmas reclamações em seu gabinete. "Esse trabalho está precário e péssimo e ele vem da má gestão da empresa. Os funcionários fazem o que podem e o que não podem", destacou. 

O vereador Osvaldo Schiavolin, o Tozão (PSDB), mencionou outro questionamento, sobre a pesagem e destino do lixo. "Já que não estão pegando o lixo, será que estão pesando e o destinando corretamente?", indagou. 



Texto:  Ana Caroline Lopes
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Legislativo Laércio Trevisan Jr Paulo Campos Adriana Nunes Marcos Abdala Osvaldo Schiavolin

Notícias relacionadas