PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

16 DE AGOSTO DE 2022

Primeiro Tempo: vereador fala sobre a situação da saúde no município


Trevisan Jr. (PL) foi o entrevistado do programa exibido na noite desta segunda-feira (15)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução





A situação da saúde em Piracicaba foi abordada pelo vereador Laércio Trevisan Jr. (PL) no Programa Primeiro Tempo, exibido ao vivo pela TV Câmara, na noite desta segunda-feira (15). Questionado sobre o tema, o vereador afirmou que a contratação de uma empresa para gerir a falta de médicos na UPAs tem que ser feita imediatamente. “Tem que ter um projeto que venha para essa Casa para colocar um ponto final nesse assunto e voltar esses serviços a sociedade”, disse.

Na entrevista, o vereador criticou o trabalho executado pela SEMA (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento) e pelo Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto). Segundo ele, a SEMA é uma das piores secretarias da atual gestão porque não há recuperação das estradas. Ele afirmou que a secretária Nancy Thame não leva a sério o trabalho já que a recuperação de estradas chega a demorar oito meses. “Se não tem condições, aluga máquina, terceiriza o serviço, o que não pode é deixar de ter uma solução para aquele que mora, aquele que escoa seu alimento”, afirmou.

Em relação ao Semae, Trevisan Jr. afirmou que a autarquia "age precariamente na cidade de Piracicaba". De acordo com o vereador, a manutenção após a realização da obra de reparo precisa ser imediata: “A pessoa não é obrigada a viver com um buraco em frente sua casa, com poeira durante meses, precisa ter um planejamento adequado, o que não acontece no Semae hoje”, criticou.  O parlamentar também afirmou que não houve avanço na questão do vazamento de água. Segundo ele, metade da água tratada continua vazando. “Tem que ter novas adutoras, tem que levar novo encanamento, porque não dá mais para tratar 100 e perder 50, isso é um grande prejuízo a população”, declarou.

Trevisan Jr. também falou sobre o valor histórico e político do Museu Prudente de Moraes e sobre os requerimentos que solicitam dados de ocorrências da Guarda Civil Municipal, da Polícia Militar e da Polícia Civil no primeiro semestre de 2022.

A entrevista completa pode ser assistida no vídeo presente na matéria.

 



Texto:  Daniela Teixeira - MTB 61.891
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Legislativo Laércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas