PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

09 DE AGOSTO DE 2022

Munícipe que socorreu vítima do ataque ao ônibus 444 será homenageada


Propositura aprovada nesta segunda-feira (8) é de autoria da vereadora Alessandra Bellucci



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Vereadora Alessandra Bellucci (Republicanos)



De autoria da vereadora Alessandra Bellucci (Republicanos), a Câmara aprovou nesta segunda-feira (8), na 32ª reunião ordinária, a moção 125/2022, de aplausos a Marya Silva, pelo ato heroico em prestar socorro à vítima do ataque ao ônibus 444, na data de 21 de junho de 2022. 

No texto, Alessandra Bellucci destacou que a cidade de Piracicaba "foi cenário de um brutal massacre, de repercussão nacional". No último dia 21 de junho, às 15h15, um homem esfaqueou passageiros em um coletivo da linha Centro/Vila Sônia, quando o veículo trafegava na avenida Armando de Salles de Oliveira, uma das principais da cidade, nas proximidades do cruzamento com a rua Regente Feijó, cinco minutos após a saída do Terminal Urbano da cidade. 

Ainda de acordo com a propositura, foi apurado, por meio de depoimento de testemunhas, que o homem entrou no coletivo em silêncio, no Terminal Central e, pouco depois, com o ônibus em movimento, levantou-se e começou a esfaquear os passageiros aleatoriamente. Seis pessoas foram atingidas. O motorista parou o veículo após gritos dos passageiros, abrindo as portas, para que estes conseguissem descer e sair correndo. 

“Neste fatídico dia, nos deparamos com um ato de heroísmo e empatia como o da senhora Marya Silva, que deixou para trás o medo e pôs-se a socorrer uma das vítimas que estava gravemente ferida, estendida ao chão. Alan Rossi, 27 anos, sangrava muito, ela o segurou na tentativa de acalmá-lo, dando assim suporte com as mãos para controlar a hemorragia até que uma ambulância chegasse no local”, ressalta. 

Para a vereadora, foi “graças a esta atitude, que o jovem Alan foi socorrido a tempo de não perder mais sangue, e vir a óbito no local, e assim conseguir receber os cuidados hospitalares necessários. Essa demonstração ímpar e exemplar de amor ao próximo, mesmo que desconhecido, nos faz reconhecer a importância desta ação”. 

No ataque morreram Adriana Coelho da Silva, 42 anos, Roseli Ramalho Ferreira, 55 anos e Valdemar da Silva Venâncio, 68 anos. Além deles, outras três pessoas ficaram gravemente feridas.

Na declaração de voto, o vereador Fabrício Polezi (Patriota) ressaltou que "todas as moções têm um valor honroso para quem recebe" e demonstrou apoio à iniciativa de homenagem. "Marya Silva é aquela moça que salvou o moço dos ataques dentro do ônibus que foi atacado. Alessandra, parabéns pela iniciativa", disse.



Texto:  Pedro Paulo Martins
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Legislativo Reunião Ordinária Alessandra Bellucci

Notícias relacionadas