PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE MARÇO DE 2021

Espaço Pipa: Palestra destaca trabalho de inclusão e desenvolvimento


Palestra está disponível no Youtube da Escola do Legislativo



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução




O modelo de atuação do Espaço Pipa e os projetos desenvolvidos pela instituição foram abordados na palestra "O modelo social da deficiência e os 38 anos de atuação do Espaço Pipa pela garantia de direitos", promovida pela Escola do Legislativo "Antonio Carlos Danelon - Totó Danelon", da Câmara Municipal de Piracicaba. A palestra foi transmitida na tarde da última quinta-feira (25), via plataforma Zoom e pelo canal do Youtube da Escola do Legislativo e teve tradução simultânea para Libras.

A coordenadora de projetos do Espaço Pipa, Dailani Zucoloto, e o supervisor técnico do Espaço, Daniel de Raeffray Nascimento falaram sobre o trabalho de “promoção da inclusão partilhando ações” que a instituição executa.

Trabalhar na singularidade de cada sujeito e entender que as descrições biológicas e genéticas não resumem a pessoa com Síndrome de Down foi um dos pontos destacados durante a apresentação. “Ao tratar as pessoas com Síndrome de Down como incapazes, a sociedade faz com que elas sejam privadas de um ambiente desafiador necessário para que elas desenvolvam suas capacidades, gerando a incapacidade”, afirmou Daniel Nascimento.

Ele frisou que as pessoas com Síndrome de Down precisam ter acesso a ambientes que promovam seu desenvolvimento, como a escola comum, o ambiente de trabalho e o acesso ao lazer e cultura. “No contexto real, partilhando ações, que as pessoas se desenvolvem. Diante de tudo isso, entendemos que nosso trabalho deve debruçar-se nas barreiras que são socialmente impostas, e que geram situações de deficiência”, explicou o supervisor técnico do Espaço Pipa.

Na palestra, Dailani Zucoloto detalhou o plano de gestão dos três projetos desenvolvidos pelo Espaço Pipa em 2021: Fortalecendo Laços (0 a 6 anos), Locomotiva (0 a 17 anos) e Habilitação e Reabilitação (todas as idades). A coordenadora de projetos destacou que durante a pandemia o Espaço Pipa não fechou em nenhum momento.

Os projetos Fortalecendo Laços e Locomotiva recebem recursos do Fumdeca (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente). Durante a palestra, os profissionais falaram da importância da destinação de parte do imposto de renda ao Fundo. A doação pode ser realizada até o dia 30 de abril.

 



Texto:  Daniela Teixeira - MTB 61.891
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Escola do Legislativo

Notícias relacionadas