PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

17 DE MARÇO DE 2021

Escola do Legislativo realiza duas ações no Dia Mundial da Água


Inscrições para palestra e roda de conversa podem ser feitas até esta quinta (18)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 Salvar imagem em alta resolução

Atividades serão oferecidas on-line, via plataforma Zoom ou canal do YouTube



Para marcar o Dia Mundial da Água (22 de março), a Escola do Legislativo Antonio Carlos Danelon – Totó Danelon, da Câmara de Vereadores de Piracicaba, programou duas atividades. Elas acontecem via aplicativo Zoom e canal no YouTube, nos períodos da manhã e tarde, e estão com inscrições abertas até esta quinta-feira (18), via formulário no site oficial.

Das 9h às 11h, acontece a palestra "Protocolo de Monitoramento da Governança das Águas do Brasil", com o doutorando em engenharia civil Ayri Rando. Das 15h às 17h, está prevista a roda de conversa "Desafios da gestão dos Recursos Hídricos do Município", com o doutor em ciências ambientais Afonso Peche Filho. 

Rando divulgará o Protocolo de Monitoramento da Governança das Águas do Brasil, recomendado pelo OGA (Observatório da Governança das Águas). Na palestra, apresentará o protocolo, seus objetivos, a relevância do monitoramento da governança das águas e as cinco dimensões em que ele ocorre, além de expor brevemente a ferramenta que afere os indicadores. 

O pesquisador atua na área de recursos hídricos, energéticos e ambientais e desenvolve o seu doutorado na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). É mestre em desenvolvimento regional e meio Ambiente pela Universidade Federal do Acre, especialista em gestão de processos de negócios pela Faculdade Impacta Tecnologia e Daryus Centro Educacional e Processamento de Dados, e engenheiro ambiental formado na EEP (Escola de Engenharia de Piracicaba).

Já Afonso Peche Filho pretende contextualizar, na roda de conversa "Desafios da gestão dos Recursos Hídricos do Município", os fatores de gestão vinculados ao estresse hídrico (enchentes/seca), ao saneamento básico, aos recursos hídricos municipais e a percepção da conservação da água como valor socioambiental relevante. 

Pesquisador científico nível 4, Peche Filho trabalha no Centro de Engenharia e Automação do IAC (Instituto Agronômico de Campinas). É engenheiro agrônomo, mestre em engenharia de água e solo pela Unicamp e doutor em ciências ambientais pela Unesp (Universidade Estadual Paulista). Tem experiência em engenharia de biossistemas, com ênfase em efeitos da mecanização agrícola no uso do solo e gestão ambiental de bacias hidrográficas.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Escola do Legislativo

Notícias relacionadas