PIRACICABA, SÁBADO, 2 DE JULHO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

19 DE ABRIL DE 2022

Vereadores cobram Sema por demora na execução de serviços


Ofício foi encaminhado ao Poder Executivo solicitando que manutenção de estradas rurais seja desvinculada da Sema



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Laércio Trevisan Jr (PL) é um dos autores do requerimento

Laércio Trevisan Jr (PL) é um dos autores do requerimento
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (2 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Wagner Oliveira, o Wagnão (Cidadania), também comentou sobre o tema no tempo regimental

Wagner Oliveira, o Wagnão (Cidadania), também comentou sobre o tema no tempo regimental
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Wagner Oliveira, o Wagnão (Cidadania), também comentou sobre o tema no tempo regimental






A falta de atendimento das demandas encaminhadas pela Câmara Municipal de Piracicaba para a Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento) embasou a aprovação do requerimento 302/22, em regime de urgência, na 11ª reunião ordinária desta segunda-feira (18). A propositura, de autoria dos vereadores Laércio Trevisan Jr (PL) e Wagner Oliveira, o Wagnão (Cidadania), cobra um relatório de todas as solicitações encaminhadas à pasta que foram efetivamente atendidas, desde 2021.

O requerimento ainda solicita relatórios sobre as solicitações encaminhadas através do 156 e por associações comunitárias. Outro ponto da propositura questiona os serviços de manutenção realizados nas estradas rurais e qual é a programação para providências. Além disso, os parlamentares questionam o volume de material utilizado nos trabalhos de recuperação e a relação dos veículos e maquinários que estão parados aguardando conserto.

Ao usar o tempo regimental, na sessão, o vereador Wagnão exibiu alguns vídeos de estradas rurais da cidade, que requerem serviços urgentes de manutenção. “Temos 800 km de estrada rural e não é estrada pra ver passarinho. São estradas usadas por um pessoal que levanta 3 horas da manhã pra ir ao Ceasa”, afirmou. “Tem criança que está deixando de ir para a escola porque o ônibus não está passando”.

Segundo o vereador, os serviços que são executados são mal feitos e o material sai facilmente, voltando a ocasionar os buracos nas vias. Ele também citou casos em que os acostamentos foram feitos com largura insuficiente para o estacionamento de um veículo. Ele disse que enviou ofício ao Poder Executivo para requisitar que o cuidado das estradas rurais seja desvinculado da Sema. “Se é problema que tem muito serviço, temos que dar um jeito nisso aí”, colocou.

Em aparte, o vereador Trevisan reforçou a denúncia do colega. “Tem estradas que estão há tempos sem passar uma máquina e sem dar acesso a locais que tem empresas, residências”, relatou. “A coisa não sai desde janeiro, não se evolui nem para contratar o serviço para melhorar as condições de acesso das famílias que vivem nas estradas rurais”.

O vereador Zezinho Pereira (União), em aparte, concordou que a situação está muito ruim e que é preciso que a Sema seja valorizada e “ganhe musculatura” para atender bem a zona rural. Assista ao vídeo da discussão sobre o tema nesta página.



Texto:  Aline Macário - MTB - 39.904
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Reunião Ordinária Laércio Trevisan Jr Wagner Oliveira Zezinho Pereira

Notícias relacionadas