PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 22 DE ABRIL DE 2024
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

02 DE ABRIL DE 2024

Vereadora cobra informações sobre plantio de árvores no Município


Silvia Morales (PV), do mandato coletivo “A Cidade é Sua”, é autora do requerimento 361/2024, que foi aprovado nesta segunda-feira (1º)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Rubens Cardia (MTB 27.118) Salvar imagem em alta resolução

Requerimento 361/2024 é de autoria da vereadora Silvia Morales (PV), do mandato coletivo "A Cidade é Sua"






A vereadora Silvia Morales (PV), do mandato coletivo “A Cidade é Sua”, cobra da Prefeitura de Piracicaba onde foram plantadas as mais de 20 mil árvores que foram divulgadas pela Administração. Ela é a autora do requerimento 361/2024, que foi aprovado durante a 16ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Piracicaba, na noite desta segunda-feira (1º).

Ela solicita, na propositura, a especificação dos locais que receberam os plantios, incluindo o perímetro urbano e na Zona Rural. O Executivo também é questionado em qual período as 20 mil árvores foram plantadas, “quando foi plantada a primeira árvore e quando foi plantada a última”, questiona Silvia.

No requerimento, ela pede ainda detalhes sobre a origem das mudas, se foram retiradas do Viveiro Municipal, e se destas árvores plantadas, quantas foram em áreas prioritárias definidas no Plano Municipal de Arborização Urbana, incluindo bairros como Cidade Alta e São Judas, na região central; Vila Independência e Vila Monteiro, na região Leste; no Corumbataí e Vila Sônia, na região Norte; e Jaraguá e Jardim Itapuã, na região Oeste.

“No site da Simap (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Meio Ambiente), só tem árvores plantadas ao longo de 2022”, acrescenta a vereadora, ao justificar a aprovação do requerimento. “Teve um vídeo dizendo que brigar por árvores é coisa de ‘quem não tem o fazer’, mas sabemos que as árvores retiradas devem ser plantadas no mesmo local”, argumenta, ao lembrar que há vários problemas relacionados às questões climáticas dentro dos Municípios.

O vereador Zezinho Pereira (União Brasil) classificou o requerimento como “muito importante” e de “grande responsabilidade”. Ele lembrou que atuou na antiga Sedema (secretaria que antecedeu a Simap) e destacou que as pessoas “devem entender que as árvores são importantes”, acrescentou. “Veja a Praça do Rolo, poderiam criar menos vagas e preservar algumas árvores, mas a Simap se esvaiu e isso o próximo prefeito terá que resgatar”, disse.

Já o vereador Paulo Camolesi (PSB) lembrou que foram realizados plantios nos bairros Água Branca e Serra Verde. Ele sugeriu, ainda, que fossem plantadas mudas de pés de limão bugre nas calçadas. “Não quebra, não faz sujeira, além de dar limão e faz sombra”, acrescentou.

O vereador Gustavo Pompeo (Avante) criticou a atuação da Semozel (Secretaria Municipal de Obras e Zeladoria). “Existe um cronograma (para limpeza e poda de árvores) na Semozel, mas o bairro Mário Dedini deveria receber o serviço no mês ímpar e até não agora não aconteceu”, disse.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337


Legislativo Silvia Maria Morales

Notícias relacionadas