PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 17 DE AGOSTO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

26 DE NOVEMBRO DE 2021

Vereador questiona Piracicaba Ambiental por pagamento de FGTS


Zezinho Pereira falou do assunto na tribuna, na reunião ordinária desta quinta-feira.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Zezinho Pereira falou do assunto na tribuna, na reunião ordinária desta quinta-feira






O vereador Zezinho Pereira (DEM) repercutiu na tribuna, durante a 47ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (25), a reunião que ele e a vereadora Silvia Morales (PV) tiveram nesta semana com integrantes do Ministério Público.

Em pauta, as denúncias de não pagamento, pela Piracicaba Ambiental, do FGTS de seus funcionários. "O povo trabalhador não pode ser tratado dessa forma, até porque a Prefeitura nem sequer atrasa o pagamento deles", afirmou.

O parlamentar alertou para o risco de os débitos acabarem tendo de ser quitados pela administração municipal e criticou a empresa por querer que o contrato com a Prefeitura seja reajustado em 23%. "Fico imaginando um contrato que até hoje não funcionou bem querer aumento. É inadmissível o município e a população pagarem essa conta", declarou.

"Nunca funcionou da forma que foi feito o contrato, não pode ficar da forma que está", continuou Zezinho. "Queremos que funcione bem, porque, se [a Prefeitura] paga em dia, e um preço maior que em outras cidades da região, então tem que funcionar a contento."

"É um negócio muito grandioso. São R$ 120 milhões por ano, praticamente, que se gasta com lixo. E a qualidade é boa? Os caminhões que rodam funcionam e são suficientes? Tem funcionário suficiente para fazer a varrição?", questionou o vereador.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Legislativo Zezinho Pereira

Notícias relacionadas