PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

10 DE AGOSTO DE 2022

Reunião discute possibilidade de integrar programa a ações do esporte


Vereadoras e integrantes do programa Criança Feliz conversam com Hermes Renato, secretário municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (1 de 17) Salvar imagem em alta resolução

Reunião foi realizada na Câmara, na tarde desta quarta-feira

Reunião foi realizada na Câmara, na tarde desta quarta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (2 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (3 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (4 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (5 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (6 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (7 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (8 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (9 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (10 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (11 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (12 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (13 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (14 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (15 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (16 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (17 de 17) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 Salvar imagem em alta resolução

Reunião foi realizada na Câmara, na tarde desta quarta-feira



Uma reunião com a participação das vereadoras Rai de Almeida (PT), Silvia Morales (PV), do mandato coletivo A Cidade É Sua, e Ana Pavão (PL) levou ao secretário municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras, Hermes Balbino, a possibilidade de integrar às ações da pasta o programa Criança Feliz, do governo federal. As três parlamentares integram a Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal de Piracicaba.

O programa, de caráter intersetorial, visa promover o desenvolvimento saudável na primeira infância por meio de atividades lúdicas construídas com material reciclável e de orientações diversas sobre a formação da criança. O público-alvo são gestantes e crianças de até 3 anos com Cadastro Único atualizado e crianças de até 6 anos e suas famílias beneficiárias do BPC.

Em Piracicaba, o programa existe desde 2018 e é colocado em prática pelo Cesac (Centro Social de Assistência e Cultura São José), por meio de chamamento público feito pela Smads (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social). Conta com 23 visitadores, como são chamadas as pessoas que vão às casas das famílias atendidas.

"São pessoas formadas em pedagogia e serviço social, que passam por treinamento com metodologia da Unicef. Elas preenchem formulários da criança, da gestante e da família e depois é feito um plano de visita toda semana", contou a psicóloga Natalia Furlan, que atua na parceria do Cesac com a Smads. A ideia é fazer com que a família continue as atividades com a criança ao longo da semana, estimulando suas capacidades motoras, afetivas e sociais e propiciando maior interação entre pais e filhos.

Rai disse que a intenção é estabelecer uma parceria com a Selam para que o programa se some à rede de ações para o combate à violência de gênero. "É preciso trabalhar pela ponta para que a gente vá reduzindo a violência contra a mulher, para que a intersetorialidade possa acontecer e para que, pelo esporte, as mulheres saiam dessa condição e convivam com outras pessoas."

"É um programa em que podemos fazer essa política de rede, de modo que os recursos públicos sejam melhor utilizados e não fique cada um em seu canto fazendo o seu trabalho, porque não resolve o problema. É preciso atuar preventivamente e a Selam, nessa rede, tem papel diferenciado, pois quando trabalha suas atividades, seja a iniciação, a formação ou a perspectiva de inserção no mercado, faz toda a diferença na vida da pessoa", defendeu Rai.

Hermes detalhou as principais ações e o objetivo da pasta. "Dentro da Selam, temos o propósito de oferecer ao munícipe a oportunidade da prática esportiva e que isso seja perene, não simplesmente como um evento, mas como elemento de formação do ser humano", afirmou o secretário, que esteve acompanhado da assessora de gabinete Maria Angélica Gonçalves da Silva, a Branca.

A assistente social Camila Rangel, que também atua na parceria do Cesac com a Smads, disse que a integração do programa à Selam fará que "os educadores físicos olhem também para a primeira infância". "O foco do serviço é trabalhar a família e a criança, essa integração. Trabalhamos muito com atividades intergeracionais, e aí o esporte seria fundamental", comentou.

Durante a reunião, realizada na Câmara na tarde desta quarta-feira (10), Ana Pavão perguntou como os integrantes do programa atuam quando observam situações, na família visitada, que comprometam a segurança da criança atendida. Jaqueline Campos, diretora da Proteção Básica de Assistência Social da Smads, explicou que todos os casos são reportados à rede de assistência social. "As situações são discutidas no Cras de referência", informou.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Esportes e Lazer Mulher Ana Pavão Rai de Almeida Silvia Maria Morales

Notícias relacionadas