PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 30 DE JUNHO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

04 DE MARÇO DE 2022

Requerimento questiona falta de segurança em Escola Municipal


Propositura de autoria de Cássio Luiz Barbosa pede ao Executivo resposta sobre o não atendimento a indicação para instalar câmeras, ronda escolar e cerca de concertina



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 Salvar imagem em alta resolução

Segurança na Escola Municipal Hide Maluf Junior já foi tema de indicação protocolada no final de 2021






A realização de estudos para a implementação de sistema de monitoramento por câmeras, de adoção de ronda escolar e a instalação de cerca de concertina na Escola Municipal "Hide Maluf Júnior", no Jardim Glória, foi tema do requerimento 131/2022, aprovado na noite desta quinta-feira (3) durante a 1ª reunião ordinária de 2022 da Câmara Municipal de Piracicaba. 

De autoria do vereador Cássio Luiz Barbosa (PL), o "Cássio Fala Pira", a propositura cita que tais pedidos já feitos anteriormente ao Executivo por meio da Indicação 4543/2021, datada de 14 de dezembro de 2021, e que eles se baseiam na necessidade de maior segurança no local, tanto para os mobiliários do prédio quanto para alunos, professores e demais servidores.

"(...) na madrugada do dia 12 de dezembro de 2021, a escola mencionada foi depredada. Vândalos destruíram vários materiais de uso das crianças, diário de classe, atividades do dia-a-dia, planejamento, tudo foi rasgado, e espalhado pelo chão da sala de aula , ação que demonstra claramente o ato de vandalismo, ocorre que não é a primeira vez que a escola é invadida, já houve casos de furtos no local", traz o texto da indicação.

Segundo Cássio, apesar dos relatos e alertas anteriores, a escola foi novamente invadida neste ano: "com espanto anunciamos que, no dia 13 de fevereiro de 2022, a escola em epígrafe sofreu novamente com furtos, o que deixa prejudicada a estrutura para atender os alunos e que já gerou transtornos", diz a propositura aprovada nesta quinta-feira (3).

De acordo com o parlamentar, a indicação que solicita a presença de rondas escolares, de cerca de concertina e de câmeras de monitoramento na escola ainda não foi atendida pelo Executivo: "60 dias se passaram e não temos informações de estudo de viabilidade e nem notícias da instalação".

"Os professores não podem dar aulas porque estão inseguros e crianças estão correndo risco", disse o parlamentar ao discutir a propositura durante a 1ª reunião ordinária.

Assim, Cássio pergunta ao Executivo por meio do requerimento 131/2022 se há algum estudo de viabilidade já concluído para que essas medidas sejam adotadas, se existe algum prazo e ou mesmo orçamento disponível para tanto. Ele também pergunta "qual a possibilidade de outras ações e quais seriam essas ações de prevenção dessas ocorrências".

O Executivo, a contar do protocolo da propositura, tem prazo de 15 para responder aos questionamentos do parlamentar.    



Texto:  Fabio de Lima Alvarez - MTB 88.212
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Legislativo Cassio Luiz

Notícias relacionadas