PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 29 DE MAIO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

31 DE JANEIRO DE 2020

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências


Projeto de lei do vereador Paraná quer evitar os problemas causados pela grande quantidade de jornais e folhetos jogados no interior dos imóveis



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 8) Salvar imagem em alta resolução

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 8) Salvar imagem em alta resolução

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 8) Salvar imagem em alta resolução

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (4 de 8) Salvar imagem em alta resolução

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 8) Salvar imagem em alta resolução

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (6 de 8) Salvar imagem em alta resolução

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (7 de 8) Salvar imagem em alta resolução

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (8 de 8) Salvar imagem em alta resolução

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

População poderá ficar livre do acúmulo de publicidade nas residências



Promover a preservação do meio ambiente e redução de acúmulo de lixo produzido pelo mau uso da publicidade impressa por parte de algumas empresas e dos transtornos causados pela grande quantidade de jornais e folhetos jogados no interior dos imóveis.

Com este objetivo, no projeto de lei 05/2020, em tramitação na Câmara, desde o dia 24 de janeiro, o vereador Aldisa Vieira Marques, o Paraná (CID) pretende contribuir com a melhora da qualidade vida e, acima de tudo respeitar o direito do cidadão, em seu ambiente familiar. 

“É até uma questão de segurança. O acúmulo desse material propagandístico em portões, halls, varandas ou quintais de residências pode indicar que a pessoa está viajando e, servir como 'indicador' às pessoas de má índole para invadir, furtar ou depredar a residência", considera o parlamentar. 

No projeto, o vereador Paraná defende alteração na lei 6.468/2009, que disciplina a veiculação de anúncios no Município de Piracicaba e revoga as leis nºs 2.068/1973, 3.642/1993, 3.873/1994, 4.070/96 e 4.490/1998.

O projeto segue para análise das comissões internas e, retorna ao plenário nas próximas reuniões ordinárias, para votação.

Pelo projeto, deverá ficar expressamente proibido o lançamento de material nos logradouros públicos, no interior dos imóveis residenciais, comerciais e templos religiosos.

O vereador Paraná também reconhece os vários veículos de comunicação, em grande volume de informações aceleradas que chegam por meio da Internet, através de celulares, redes sociais e aplicativos, o que tem mudado a forma como nos relacionamos, trabalhamos, vivemos e consumimos produtos e serviços. "Com isso, a empresa consegue melhorar os custos e agilidade de processos de negócios", pondera o parlamentar.



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Meio Ambiente Aldisa Marques

Notícias relacionadas