PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 13 DE AGOSTO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

08 DE JULHO DE 2020

Pelo sexto ano, campanha Julho Amarelo estimula prevenção às hepatites


Piracicaba é pioneira na campanha de conscientização; ações na Câmara são desenvolvidas pelo gabinete do vereador Pedro Kawai



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Em sua fachada, Câmara instalou fita amarela, símbolo da campanha

Em sua fachada, Câmara instalou fita amarela, símbolo da campanha
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Ato simbólico realizado na sede da Câmara no ano de 2019

Ato simbólico realizado na sede da Câmara no ano de 2019
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Em sua fachada, Câmara instalou fita amarela, símbolo da campanha



Pioneira no trabalho de conscientização e prevenção às hepatites virais, Piracicaba recebe este mês as ações do "Julho Amarelo”, desenvolvidas por meio de força-tarefa entre a Câmara de Vereadores de Piracicaba, Caphiv (Centro de Apoio HIV/Aids e Hepatites Virais) e Secretaria Municipal de Saúde. Este é o sexto ano que a campanha acontece na cidade. 

Doenças inflamatórias que possuem predileção pelas células do fígado para sua replicação, as hepatites virais (A, B, C, D e E) causam desde quadros leves com poucos ou nenhum sintoma, até formas agudas graves fulminantes. Podem se tornar crônicas e evoluírem para cirrose e câncer hepático. São causadas por vários vírus e suas formas de transmissão são variadas. Em todos os casos, podem ser evitadas com alguns cuidados.

O suporte da Câmara para a realização das ações da campanha estará aos cuidados do gabinete do vice-presidente da Casa, vereador Pedro Kawai (PSDB). Para o parlamentar, é fundamental que um órgão público, como a Câmara, esteja engajado em iniciativas que levam a informação e colaborem com a saúde pública dos cidadãos. "Mais uma vez a Câmara se debruça em uma campanha importante para a saúde do município, em um mês de referência para a conscientização das hepatites virais. É preciso alertar a população que a transmissão dessas doenças é maior do que o HIV/Aids. O diagnóstico precoce é fundamental para o tratamento adequado", diz Kawai.

A participação da Câmara no Julho Amarelo está prevista no requerimento 19/2020, de autoria de Kawai, aprovado em 6 de fevereiro, na 2ª reunião ordinária de 2020. O suporte da Câmara para a campanha começou em 2015, amparado no decreto legislativo 8/2015, o que coloca o Legislativo piracicabano como pioneiro na questão, já que o Julho Amarelo somente se tornou lei federal no ano passado (13.802/2019). No mundo, o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais é o 28 de julho (Dia D de Combate), instituído pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Segundo a presidente interina do Caphiv, Mayara Silva, a campanha é direcionada a todos os públicos, no entanto, o maior foco em 2020 é na população idosa, já que ela possui o maior número de casos positivos da doença. "Aproximadamente 20 mil pessoas viviam com o vírus das hepatites virais em nosso município. Hoje não sabemos ainda os novos dados e estamos aguardando números atualizados para apresentar no decorrer da campanha", informou a presidente. 

Nos últimos anos, a abertura da campanha ocorreu na primeira semana de julho, com ato simbólico em frente ao prédio da Câmara, e debate no Salão Nobre Helly de Campos Melges, o que não foi possível nesta edição, já que as atividades presenciais na Casa de Leis estão suspensas como forma de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). 

Durante todo o mês, a fachada do prédio principal da Câmara ––na rua Alferes José Caetano, 834–– terá uma faixa amarela. Também para remeter ao assunto, a fita amarela ––símbolo da campanha–– foi inserida no topo do site oficial www.camarapiracicaba.sp.gov.br. Está prevista ainda a veiculação de campanha de conscientização, sendo o material desenvolvido pelo Departamento de Comunicação e com suporte do gabinete do vereador Pedro Kawai.

Também em função da pandemia, o Caphiv irá intensificar a campanha por meio de vídeos, fotos e cartazes que alertam sobre a importância da realização dos testes gratuitos oferecidos no município.

Além das unidades de saúde do município, a entidade oferece gratuitamente testes para HIV, sífilis e hepatites virais (todos de forma sigilosa) e conta com suporte de psicóloga, assistentes sociais e da enfermeira responsável Fernanda Tonin, na sede dos projetos Não Viralize a Ignorância – Conheça e Prevenção na Quebrada (rua Jorge Zohlner, 322, bairro Morumbi). Neste caso, o agendamento deve ser feito pelos telefones 4102-3389 e 98722-7079.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Câmara Saúde Pedro Kawai

Notícias relacionadas