PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 28 DE SETEMBRO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

10 DE DEZEMBRO DE 2019

Orador popular contesta proposta de corredor comercial no Santa Rosa


Alcides de Carvalho Júnior ocupou a tribuna da Câmara durante a 74ª reunião ordinária, na noite desta segunda-feira (9).



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução





A proposta de criação de um corredor comercial no bairro Santa Rosa, incluída na Emenda 14 ao projeto de lei complementar 12/2019, foi contestada pelo morador daquela região, Alcides de Carvalho Júnior. “O local é na entrada vindo da estrada Piracicaba-Limeira, em um trecho de 400 metros, onde temos três terrenos e uma construção embargada, esse é o motivo da emenda”, disse. 

Ele ocupou a tribuna da Câmara durante a 74ª reunião ordinária, na noite desta segunda-feira (9), para falar do PDDP (Plano Diretor de Desenvolvimento de Piracicaba), que seria votado, mais tarde, na 19ª extraordinária. A emenda sugeria a ampliação do corredor comercial nas avenidas Manoel Lopes Alarcon e Adiel Paez Zamith. “Não somos contra corredor de uma forma geral, haja vista que temos comércio no bairro e outras áreas destinadas para isso”, acrescentou. 

Alcides esclareceu que, além do impacto ambiental, já que as vias contam com matas ciliares ao longo da margem esquerda, a eventual instalação de um corredor comercial poderia criar problemas graves no trânsito que, por conta de um colégio, de condomínio e de uma grande empresa no bairro, já é intenso, especialmente no horário de pico, por volta das 18h da tarde.

“Para aqueles que querem instalar comércio (no Santa Rosa), a opção é a avenida Augusto de Lello, que, inclusive, tem barracão disponível”, disse, ao lembrar que, ao contrário do que havia sido defendido em audiência pública na Casa, o bairro conta com diversos empreendimentos, como farmácia, padaria, mercado, restaurantes, varejão, serviços de mecânica, borracharia, marmoraria, marcenaria, material de construção, entre outros. 

Durante a votação do PLC 12/2019, a Emenda 14 acabou sendo rejeitada pelo Plenário, por 17 votos contrários a dois favoráveis.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tribuna Popular

Notícias relacionadas