PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

16 DE AGOSTO DE 2022

"Não podemos nos omitir", diz vereadora sobre manifesto de fiscais


Rai de Almeida reverberou declarações de servidores do Departamento de Administração Fazendária que, em manifesto, apontam mudanças em rotinas de fiscalização



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Rai de Almeida em discurso na noite desta segunda-feira (15), durante a 33ª reunião ordinária de 2022






A vereadora Rai de Almeida (PT), na noite desta segunda-feira (15), em discurso na condição de líder, retratou a situação exposta em manifesto assinado por servidores do Departamento de Administração Fazendária, da Secretaria Municipal de Finanças, documento que, segundo a vereadora, relata alterações na rotina dos fiscais da pasta e episódios de assédio moral e perseguição.

"Os fiscais de renda precisam avisar com antecedência que eles vão fiscalizar uma empresa, um comércio ou qualquer outro serviço? Precisam avisar com antecedência? Qual o objetivo disso? Presidente, qual o objetivo? É para não fiscalizar? É para escamotear a verdade, a irregularidade desse ou daquele estabelecimento ou indústrias? É muito complicada essa questão", questionou a parlamentar. 

A vareadora também elogiou a organização da 14ª parada LGBTQIA+ de Piracicaba: "foi um evento que mobilizou centenas de pessoas para denunciar e combater todo tipo de preconceito e discriminação contra essa comunidade, que luta para que possa ter direitos iguais a todos os demais cidadãos. Então, quero elogiar a Prefeitura, na pessoa do Carlos Beltrame, e também toda a equipe que organizou e esteve à frente, na pessoa do Anselmo Figueiredo".

Rai de Almeida também criticou o fechamento de estabelecimentos públicos na cidade: "essa Administração tem fechado muitos serviços e muitos patrimônios históricos da nossa cidade. Fechou o Museu da Água, o Aquário, já fechou a Pinacoteca, transformou-a em depósito das urnas eletrônicas. Já fechou o Albergue Noturno, já fechou os CAOFs (Centro de Artes e Ofícios), já fechou, agora, o Centro Pop, já desmontou o Observatório. Infelizmente, essa administração também tem uma linha de fechamento de serviços e, aí, não tem como não falar que é o desmonte de algumas políticas que são de extrema importância para o conjunto da sociedade".

O discurso completo da parlamentar pode ser visto na parte superior da página.



Texto:  Fabio de Lima Alvarez - MTB 88.212
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Vereadores Rai de Almeida

Notícias relacionadas