PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 20 DE MAIO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

27 DE JANEIRO DE 2022

Irmãos, Luiz Reynaldo e Branca Aparecida Telles são homenageados


Reunião solene na noite desta quinta-feira (27) foram entregues os títulos de Cidadão Piracicabano e de Piracicabanus Praeclarus



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (4 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (6 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (7 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (8 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (9 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (10 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (11 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (12 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (13 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (14 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (15 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (16 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (17 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (18 de 18) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução





Na primeira reunião solene na Câmara Municipal de Piracicaba em 2022, os irmãos Luiz Reynaldo Telles e Branca Aparecida Telles Cervelini foram homenageados, na noite desta quinta-feira (27), com os títulos, respectivamente, de Cidadão Piracicabano, proposto pelo vereador Ary Pedroso Jr. (Solidariedade), e Piracabanus Praeclarus, iniciativa da ex-vereadora Nancy Thame (PV), mas com a entrega solicitada pela vereadora Silvia Morales (PV), do mandato coletivo “A Cidade É Sua”.

“Gostaria de parabenizar os proponentes desta solenidade, que fazem homenagens de forma muito merecida”, disse o presidente da Câmara, Gilmar Rotta (Cidadania). Em um discurso emocionado, ele relembrou o período em que sua família era vizinha de Luiz Reynaldo, “tomei bastante puxão de orelha dele e da sua esposa, a Dona Marlene”, disse, destacando que guarda as lembranças “com muito carinho”.

“O Sêo Telles é muito merecedor desta homenagem, por todo o trabalho e história, como pai de família e de dedicação com a cidade de Piracicaba”, acrescentou, ao lembrar das “inúmeras vezes” que Luiz Reynaldo esteve na Câmara em busca de melhorias.

O vereador Ary Pedroso Jr. (Solidariedade), autor do projeto de decreto legislativo 6/2020, lembrou que receber um Título de Cidadão Piracicabano é a “mais alta homenagem que a cidade pode dar a alguém que não é nascido em Piracicaba” e lembrou da emoção expressada por Luiz Reynaldo quando soube que receberia o título da Câmara.

“Eu tenho certeza do seu amor por Piracicaba”, disse Ary. “Nascido em Presidente Bernardes e tem um legado de mais de 30 anos que o senhor se dedicou a ensinar a todos nós que temos uma profissão. E eu sempre digo: para ensinar, é preciso ter dom, é preciso saber a arte de ensinar para que as pessoas sejam boas e cidadãos exemplares”, destacou.

Representando o prefeito Luciano Almeida (Democratas), a ex-vereadora Nancy Thame, secretária municipal de Agricultura e Abastecimento (Sema), agradeceu a oportunidade em participar da homenagem a Branca Aparecida, proposta em 2020 no projeto de decreto legislativo 42, mas que, por conta da pandemia, não foi possível realizar a entregar.

“Quando a gente fala deste título de Piracicabanus Praeclarus, é uma homenagem de alto nível para aqueles que nasceram na cidade e isso tem um significado grande para quem vive no mesmo tempo e lugar”, destacou Nancy. Além da atuação como escrivã, ela lembrou da atuação de Branca Aparecida como presidente da Afrop (Associação das Famílias dos Rotarianos de Piracicaba), o que ocorreu em duas oportunidades.

“Branca, você é uma pessoa que ilumina caminhos, contagia as pessoas e traz uma palavra acolhedora, que bom você ter nascido aqui e que bom a gente ter a oportunidade de conviver com você”, acrescentou a secretária.

A vereadora Silvia Morales recordou que participou da elaboração da homenagem, em 2020, ainda quando era assessora da então vereadora Nancy Thame. “Nós tentamos realizar a solenidade em 2021, mas a Branca sempre dizia que não era hora e, agora, está aqui recebendo a homenagem junto do seu irmão, o que ficou muito bonita”, disse, ao enaltecer as qualidades de quem é “muito alegre, simpática e entusiasmada”.

HOMENAGEADOS - Luiz Reynaldo agradeceu aos “finados pai e mãe, que nos orientaram” e “aos nossos sogro e sogra, que confiaram em mim, entregando-me a sua filha, Marlene, como minha esposa”, assim como destacou a homenagem entregue à sua irmã, Branca Aparecida. “Piracicaba, me perdoe se um dia eu te desapontei”, disse.

Telles mudou-se para Piracicaba em 1937, onde fez o curso primário na Escola Estadual Moraes Barros e o ginasial nos colégios Piracicabano e Salesiano Dom Bosco. Atuou como escrevente no Cartório de Registro do 2º Subdistrito de Piracicaba, onde chegou ao cargo de Oficial Maior. Foi professor primário do Estado de São Paulo por 30 anos até se aposentar em 1988. É casado há 58 anos com Marlene Rodrigues Gomes Telles com quem teve dois filhos, Mário Luis Telles, médico ortopedista, e Vânia Telles, arquiteta.

“Sejam bem-vindos a essa festa linda”, disse Branca Aparecida, “a presença de vocês nos enche de júbilo e esperança de um mundo melhor, sempre”. Ela destacou que a sua história de vida é movida pelo pensamento de Madre Teresa de Calcutá, que dizia “doe, doe, doe até doer”, “foi isso o que me levou a esse destino e foi o sentido do meu trabalho, dando utilidade à vida e não viver vegetativamente”, destacou.

Branca Apparecida Telles Cervellini nasceu 1937. Ela iniciou a carreira de cartorária em 1977, como escrivã interina no Cartório de Registro Civil de Piracicaba – 2º Subdistrito, tendo sido nomeada titular no mesmo cartório em 13 de novembro de 1982. Atuou no cartório até 1992. Formou-se em Direito pela Unimep em dezembro de 1980 e prestou serviços na Assistência Judiciária Gratuita por dois anos, após aposentar-se do cartório, em 1992. Além das atividades acadêmicas e profissionais, realizou serviços voluntários.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337


Homenagem Ary Pedroso Jr Silvia Maria Morales

Notícias relacionadas