PIRACICABA, SÁBADO, 27 DE NOVEMBRO DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

28 DE SETEMBRO DE 2021

Câmara rejeita projeto que previa aumento da taxa do lixo


Projeto de lei complementar, de autoria do Executivo, foi rejeitado em primeira discussão



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução





A Câmara Municipal de Piracicaba rejeitou o projeto de lei complementar 9/2021, que traz novos valores para a coleta e remoção do lixo no município a fim de adequar o sistema tributário às alterações trazidas pela Lei de Saneamento Básico (lei federal 14.026/2020). De autoria do Executivo, o projeto de lei complementar não recebeu a quantidade de votos necessários para aprovação.

Discutido na 30ª reunião extraordinária de 2021, na noite desta segunda-feira (27), o PLC recebeu 12 votos favoráveis e 9 contrários e foi rejeitado, em primeira discussão, por não obter o voto de três quintos dos membros do Legislativo. Seriam necessários pelo menos 14 votos favoráveis para a aprovação da propositura.

Com a autorização dos vereadores presentes, o secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente, Alex Gama Salvaia, utilizou a tribuna por 10 minutos para esclarecer pontos do PLC 9/2021. Ele justificou que o projeto de lei complementar foi elaborado “por imposição de uma lei federal” que determina sustentabilidade econômico-financeira por meio do repasse de custos e serviços à população. De acordo com o secretário, o Executivo estaria sujeito a crime de responsabilidade fiscal se não houver essa sustentabilidade.

Alex Salvaia destacou que o Executivo atendeu o pedido dos vereadores para que o PLC fosse modificado, com o objetivo de criar uma taxa social. A mensagem modificativa ao projeto de lei complementar 9/2021 cria uma categoria social na tabela que regula a “Taxa de Utilização do Serviço Público de Manejo de Resíduos Sólidos Urbanos Domiciliares”. A chamada “taxa social” permitiria que os contribuintes atendidos pelo Cadastro Único da Assistência Social pagassem a metade do valor da “taxa do lixo”, sendo que o contribuinte não seria afetado por tal proposta.

Ao ocupar a tribuna para discutir a propositura, os vereadores contrários ao PLC 9/2021 afirmaram que, apesar da obrigatoriedade dos municípios se adequarem a Lei de Saneamento Básico, a prefeitura não deveria transferir os custos da taxa do lixo à população, principalmente em um período de pandemia. Eles também defenderam que o projeto que aumenta a "taxa do lixo" deveria ser mais discutido com a população. 

Reunião Ordinária - Também na noite desta segunda-feira, os vereadores aprovaram oito moções de aplausos, uma de apelo e quatro requerimentos na 34ª ordinária reunião ordinária de 2021.

Os trabalhos das reuniões ordinárias e extraordinárias têm início às 19h30 e podem ser acompanhados por meio de transmissão ao vivo da TV Câmara na frequência 11.3 UHF da TV digital aberta, no canal 4 da NET/Claro, no 9 da Vivo Fibra, além de transmissão simultânea nos perfis da Câmara Municipal de Piracicaba no Facebook/camarapiracicaba e Youtube. A Rádio Educativa FM - 105,9 MHz - abre seus microfones a partir das 20h, após o horário do programa "A Voz do Brasil". Outra opção em áudio disponível é pela Rádio Câmara Web, que pode ser acessada por meio do camarapiracicaba.sp.gov.br - link "Rádio ao Vivo".



Texto:  Daniela Teixeira - MTB 61.891
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Legislativo André Bandeira Ary Pedroso Jr Laércio Trevisan Jr Gilmar Rotta Paulo Camolesi Paulo Campos Pedro Kawai Rerlison Rezende Aldisa Marques Wagner Oliveira Zezinho Pereira Cassio Luiz Alessandra Bellucci Acácio Godoy Ana Pavão Josef Borges Thiago Ribeiro Gustavo Pompeo Rai de Almeida Anilton Rissato Fabricio Polezi Silvia Maria Morales

Notícias relacionadas