PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

24 DE JULHO DE 2020

Advogado relata atuação do Legislativo no combate às desigualdades


Ex-presidente da Câmara e assessor parlamentar, Antonio Messias Galdino participou da primeira live desta sexta-feira (24) do programa Parlamento Aberto



EM PIRACICABA (SP)  

Antonio Messias Galdino participou da live do Parlamento Aberto

Antonio Messias Galdino participou da live do Parlamento Aberto

Antonio Messias Galdino participou da live do Parlamento Aberto

Antonio Messias Galdino participou da live do Parlamento Aberto

Antonio Messias Galdino participou da live do Parlamento Aberto

Antonio Messias Galdino participou da live do Parlamento Aberto
Salvar imagem em alta resolução

Antonio Messias Galdino participou da live do Parlamento Aberto







“Não podemos ter ainda no século 21 uma sociedade estratificada com classes marginalizadas”, disse o assessor parlamentar e ex-presidente da Câmara de Vereadores de Piracicaba, o advogado Antonio Messias Galdino, durante live do programa Parlamento Aberto. Ele traçou um panorama histórico do trabalho do Legislativo no município no programa desta sexta-feira (24).

Galdino, que iniciou seu envolvimento com o meio político na juventude por meio da cobertura das sessões camarárias, candidatou-se como vereador na década de 70 pelo partido Arena, época em que a Câmara possuía 17 vereadores. O advogado contou que, nesse período, Piracicaba passava por um momento de grande instabilidade política, o que ocasionou a troca de prefeito por cinco vezes em um período de cinco anos.

O embate entre Executivo e Legislativo, segundo Galdino, dificultou a entrega do prédio que viria a ser a sede da Câmara de Vereadores de Piracicaba.  A obra do prédio foi finalizada quando ele tornou-se presidente da Câmara, após dois anos de mandato. “A discussão entre Executivo e Legislativo continuava e o prédio que a Câmara ia se instalar ficou travado. Mas a mesa diretora da qual eu fazia parte conseguiu a finalização da obra”, disse.

Na presidência da Câmara, o advogado participou de períodos históricos para a cidade. No período de industrialização da Grande São Paulo, participou, junto ao prefeito da época, das tratativas para a instalação da empresa Caterpillar em Piracicaba. “A nossa atuação na Câmara foi importante porque nós não fazíamos grande oposição ao prefeito, nós trabalhávamos sempre em direção às melhorias da cidade”, disse.

Ele contou que, no mesmo período, o município também esteve à frente de discussões sobre a emissão de poluentes provocada pela industrialização das cidades. Na ocasião, também atuou nas discussões que tornaram o rio Corumbataí um fornecedor de água para o município, visto que a demanda de água tornou-se superior à capacidade do rio Piracicaba.

O assessor parlamentar destacou a atuação da Câmara para a criação de convênio com o cursinho Luiz de Queiroz para o auxílio de estudantes negros. “Hoje em dia pode-se contar nos dedos quantos estudantes, professores, negros existem na Luiz de Queiroz. Isso é um retardo na inclusão do negro”, afirmou.

Na live, o advogado lembrou que a Câmara de Vereadores de Piracicaba  também é responsável pela criação do Centro de Documentação, Cultura e Política Negra e pela proposta da implementação de cotas para funcionários do Executivo e do Legislativo. Antonio enfatizou a importância da inclusão de pessoas negras no meio político, visto que, segundo pesquisas, apenas 4% dos deputados distritais, estaduais e senadores são negros.

Para Galdino, as desigualdades raciais são heranças do período escravocrata e pós –abolicionista. Ele enfatizou a falta de oportunidades aos ex-escravos na época, que eram proibidos de frequentar escolas públicas e afastados das oportunidades de emprego.

O entrevistado destacou que a desigualdade racial é uma realidade comprovada em dados, como o de uma pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que constatou que uma pessoa negra ganha em média R$ 1500 reais para um trabalho em que uma pessoa branca ganha R$ 2000.

ACESSE O CONTEÚDO
As lives do programa Parlamento Aberto são realizadas no perfil do Instagram, que pode ser acessado em @parlamento_aberto.

As entrevistas também podem ser acessadas no canal do YouTube do Departamento de Comunicação da Câmara de Vereadores de Piracicaba e, ainda, no podcast produzido pela Rádio Câmara Web. 

Para receber as informações do Parlamento Aberto direto no celular, é possível se cadastrar na lista de transmissão do Whatsapp neste link.



Texto:  Larissa Souza
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337


Câmara Legislativo Parlamento Aberto

Notícias relacionadas