PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 7 DE MAIO DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

08 DE JANEIRO DE 2021

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio


Acácio Godoy (PP), Ana Pavão (PL) e Pedro Kawai (PSDB) estiveram presentes no manifesto contra o aumento do ICMS para o setor agrícola



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Ana Pavão, Pedro Kawai, Acácio Godoy

Ana Pavão, Pedro Kawai, Acácio Godoy
Foto: Assessoria parlamentar (3 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (4 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (5 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (6 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (7 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (8 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (9 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (10 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (11 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (12 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (13 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar (14 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio

Vereadores apelam contra o aumento do ICMS para o agronegócio
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução

Ana Pavão, Pedro Kawai, Acácio Godoy



Mesmo com o recuo do governador João Doria em revogar a isenção de ICMS para insumos agrícolas, a manifestação de protesto de produtores rurais e entidades ligadas ao setor, ocorreu na manhã desta quinta-feira (7), em Piracicaba. O ato foi mantido porque, segundo os organizadores, o Governo de São Paulo ainda não tem decisão definitiva sobre o tema.

Ontem pela manhã, dezenas de veículos rurais participaram do “tratoraço”, saindo do estacionamento da Estação da Paulista, com carros de som e a participação de representantes de sindicatos, associações e entidades ligadas ao agronegócio local. A Câmara de Vereadores foi representada por três membros de sua mesa diretora: Ana Pavão (PL), 1ª secretária, Pedro Kawai (PSDB), 2º secretário, e Acácio Godoy (PP), vice-presidente.

Como medida oficial, os parlamentares assinaram uma Moção de Apelo, a ser endereçada ao governador João Doria, a fim de que ele reveja sua decisão, que poderá impactar diretamente na economia de toda a região, agravando a crise no setor.

Para Pedro Kawai, 2021 será um ano muito difícil para a economia nacional, mas sobretudo, para Piracicaba, que tem no agronegócio, uma das suas mais importantes atividades econômicas. O parlamentar observou que há outros fatores que agravariam ainda mais as consequências desse aumento do ICMS, como a segunda onda da pandemia do novo Coronavírus, e o fato de a cidade ter um novo governo, que ainda está conhecendo a dinâmica da Prefeitura. “Nossa expectativa é que o governador reveja esses aumentos e que não retire a isenção de insumos agrícolas, pois isso poderá gerar desemprego e aumento em toda a cadeia produtiva do agronegócio”, finalizou.

Ana Pavão observou que "estamos passando um momento muito delicado, infelizmente temos um aumento considerável do desemprego, e a pandemia está castigando diversas famílias e não seria justo mais esse aumento que impactaria diretamente no orçamento familiar". 

E o vice-presidente da Câmara, vereador Acácio Godoy reforçou: “Apelamos para a sensibilidade do governador ao apelo dos produtores rurais por entendermos que o aumento da alíquota do ICMS vai chegar na mesa do trabalhador e vai corromper ainda mais o seu poder de compra onde ele mais precisa que é nos alimentos".



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Martim Vieira - MTB 21.939


Legislativo Pedro Kawai Acácio Godoy Ana Pavão

Notícias relacionadas