PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 20 DE MAIO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

18 DE JANEIRO DE 2022

Usuários da saúde pública apontam problemas a vereador


Reclamações populares dirigidas ao vereador André Bandeira inclui depoimento de servidora da Saúde, que em prantos lamenta perder o abono assiduidade por estar com Covid



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Usuários da saúde pública apontam problemas a vereador

Usuários da saúde pública apontam problemas a vereador
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Usuários da saúde pública apontam problemas a vereador

Usuários da saúde pública apontam problemas a vereador
Foto: Assessoria parlamentar (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Usuários da saúde pública apontam problemas a vereador

Usuários da saúde pública apontam problemas a vereador
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução

Usuários da saúde pública apontam problemas a vereador



Após inúmeras ligações de reclamações na demora do atendimento na UPA Piracicamirim, a assessoria do vereador André Bandeira (PSDB) esteve presente no local para conversar com algumas pessoas que confirmaram a demora para serem atendidas, até mesmo para uma coisa simples, que é fazer a ficha de atendimento de quem procura a unidade.

O parlamentar recebeu a ligação de uma funcionária da saúde do município, que estava lá, e informou que ficou por quatro horas na fila para ser atendida, sendo que tinha levado o teste que já havia sido feito na farmácia e tinha dado positivo e foi orientada a ficar no meio de todo mundo aguardando o atendimento.

“É uma situação desumana, deixar todo mundo no sol, aguardando desse jeito para atendimento. É triste ver essa situação, de pessoas que talvez estejam com problemas menos graves de saúde, tendo que ficar junto com pessoas que estão contaminadas com a Covid”, lamentou o vereador.

O parlamentar informou que está tentando contato com o secretário de saúde para pedir informações sobre o assunto, mas até agora sem sucesso.

“A gente sabe que isso está acontecendo em diversos lugares, que há superlotação até mesmo em hospitais particulares aqui da cidade. Mas esses hospitais buscaram se organizar para não deixarem as pessoas ali expostas ao sol ou chuva, misturadas, de forma que o risco de contaminação seja muito maior”, explicou Bandeira. “É triste ver a administração lidando com a população dessa forma”, reforçou.

“Essa funcionária da prefeitura, que me ligou chorando, reclamou que mais uma vez ela vai perder o bônus de assiduidade dela porque positivou e não poderá trabalhar por esses dias”, contou o vereador.

“A lei que nós aprovamos na Câmara, que o prefeito vetou e os vereadores derrubaram o veto e o Executivo judicializou, não entrou em vigor e por isso não está pagando os funcionários públicos. É de se lamentar o posicionamento do prefeito quanto a essa questão”, reforçou Bandeira.



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Revisão:  Martim Vieira - MTB 21.939


Saúde André Bandeira

Notícias relacionadas