PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

19 DE FEVEREIRO DE 2020

Professor defende criação de programa em prol do trânsito nas rodovias


Proposta surgiu no Fórum Permanente sobre Educação para o Trânsito



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (4 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (6 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (7 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (8 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (9 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (10 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (11 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (12 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (13 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (14 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (15 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Esta é a quarta reunião realizada na Câmara, a primeira de 2020






Aliar as estatísticas ao trabalho acadêmico para a elaboração de um programa que dê suporte capaz para contribuir com a qualidade do trânsito nas rodovias da região. A proposta foi apresentada pelo professor Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Estado de São Paulo, Francisco Giocondo César, na manhã desta quarta-feira (19), na quarta reunião do Fórum Permanente sobre Educação para o Trânsito, realizado na Câmara por iniciativa do vereador Isac Souza (PTB).

César disse que pretende elaborar um programa de suporte à Polícia Rodoviária, que trabalhe com inteligência de máquina e inteligência artificial. “Ser pesquisador é ter dúvida e, após a última reunião do fórum, procurei o primeiro-tenente Tarcisio Renato Pierobom, da Polícia Militar Rodoviária, e pude me reunir com ele para conhecer as estatísticas de acidentes nas rodovias”, explicou.

Os dados colhidos no site do Governo do Estado de São Paulo, de 2015 a 2019, demonstram que a média mensal foi de 5,3 acidentes em 2015; 4,3 em 2016; 5,1 em 2017; e 4,1 em 2018. “A maioria acontece aos sábados e domingos (43%), sendo 34% com motocicletas, e 42% no período noturno, das 18h a 0h. Dos envolvidos, 23,4% possuem idade entre 18 e 24 anos”, constatou César.

Segundo apurado por ele, duas rodovias apresentam índices altos de acidentes: a Anhanguera e a Geraldo de Barros (SP-304). Além disso, foram estudados os números da rodovia SP-101 (Jornalista Aguirre Proença), que liga Campinas a Tietê. Neste último caso, chamou a atenção de César o fato de 72 dos 234 acidentes terem ocorrido do quilômetro 14 ao 20. “Qual a possibilidade de eu estar nesse trecho, no horário de maior ocorrência? Uma simples análise mostrou que eu tenho 4% de possibilidade”.

A intenção do professor é fazer uma analise estatística mais profunda e, depois disso, elaborar um programa de suporte às autoridades policiais, a partir do envolvimento dos alunos. Sua estimativa é entre 30 e 40% de ganho na possibilidade de acerto. “Acredito que nós, do Instituto Federal, podemos colaborar com isso. Também quero me aproximar da Semuttran para trazer algo que colabore com o bem-estar da população. Os meus alunos precisam de desafios e o poder publico tem muitos desafios a serem apresentados”, reforçou.

Para o vereador Isac Souza, a proposta apresentada por César demonstra a importância de as entidades contribuírem para o amadurecimento dos debates “por um trânsito mais seguro e com maiores condições de fluência, respeitando sempre a dignidade da pessoa humana”. “O professor não está apenas olhando o problema. Demonstrou disposição para fazer as coisas acontecerem. O Fórum só tem sentido se houver a união das entidades e de pessoas de bem. Muitas vezes o dado é frio, mas pode nos dar uma condição de entendimento da realidade, como aconteceu neste caso”, classificou o vereador.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran), Jorge Akira, informou que 94% dos acidentes são decorrentes de falhas do comportamento humano, a partir das estatísticas fornecidas ao município pelo Infosiga, do Governo do Estado de São Paulo.

Segundo ele, uma das rodovias que exige maior atenção na região é a Geraldo de Barros (SP-304), que registrou 68 acidentes no ano passado. "Há um trecho de cinco quilômetros, entre Piracicaba a São Pedro, que requer cuidado especial, não nos aspectos fiscalização e policiamento, mas na melhoria da infraestrutura. Esperamos que a nova concessão reforce esse trecho, pois é o que mais registra acidentes", disse.

O tenente Tarcísio Renato Pierobon, da Polícia Militar Rodoviária, disse que a educação e o trabalho de engenharia contribuem com a redução de acidentes no país. Fatores como a Lei Seca, obrigatoriedade de airbags e de freios ABSs também pesam em favor, avaliou.

Mas, para ele, ainda falta consciência aos motoristas. A título de ilustração, somente em janeiro de 2020 foram 5 mil motoristas surpreendidos sob efeito de bebida alcoólica nas rodovias federais. Das estatísticas estaduais, Pierobon informou que 17.991 mortes foram acidentes de transito em 2018, sendo que no mesmo período 12.559 foram por arma de fogo. Ele também trouxe explicações sobre as ações feitas para diagnosticar o condutor embriagado nas rodovias, a partir do teste do bafômetro.

LEGISLAÇÃO –– Jorge Akira trouxe ainda informações sobre a lei sancionada no ano passado das atividades de mototáxi e motofrete. Ele disse que a atenção ao assunto foi redobrada a partir de 2017, quando o município constatou que 75% dos óbitos ocorreram na malha urbana provocados por motocicletas, índice que classificou como "altíssimo".

Sobre esta questão, Isac pediu à representante da Acipi, Rebeca Bueno, uma aproximação com a entidade, para que o cumprimento da legislação avance. "Ela pode nos ajudar no diálogo com os empresários, para que eles entendam a necessidade de fazer isso", argumentou.

Akira disse ainda que o segundo semestre de 2019 foi firmado contrato para fiscalização eletrônica e ocorreu uma licitação para implantação de câmeras de monitoramento em 15 avenidas com maior fluxo de trânsito na cidade. A secretaria finaliza também a implantação de 40 câmeras para leitura automática de placas, que verificará os veículos furtados ou clonados. A tecnologia estará integrada em tempo real ao sistema Detecta e Copom, o que deve aumentar a probabilidade de apreensão.

Outro assunto levantado na reunião foi a educação no trânsito. As ações feitas na rede estadual de ensino em disciplinas como geografia, matemática, português e ensino religioso foram apresentadas por João Antonio Gambaro, professor coordenador do Núcleo Pedagógico da Diretoria de Ensino de Piracicaba.

Gambaro disse que o currículo paulista na área da educação permite trabalhar as especificidades regionais. "Um dos temas trabalhados tem sido o protagonismo juvenil. Questões como equilíbrio emocional e estresse são incluídas, pois é o adolescente que amanhã estará dirigindo um carro", disse. No sexto ano do ensino fundamental, por exemplo, o primeiro bimestre em português leva questões ligadas ao Código Nacional de Trânsito e o reconhecimento do caráter interpretativo das leis.

Sobre o trabalho na Diretoria Regional de Ensino, o vereador Isac Souza defendeu que além do aproveitamento dos vídeos do Fórum para auxiliar no currículo das escolas, que o órgão estude algum concurso cultural, como forma de incentivar os estudantes.

Ricardo Piton, da Semuttran, citou o trabalho que a secretaria fez, em janeiro deste ano, na vistoria das vans escolares. Das 226 cadastradas, 211 participaram do procedimento.

Isac comentou da lei recentemente sancionada, a partir de um projeto de sua autoria, que obrigou estabelecimentos de ensino particulares a enviar avisos, por escrito ou via meio eletrônico, aos alunos ou seus responsáveis a fim de informá-los sobre a relação de veículos autorizados a prestar serviço de transporte escolar em Piracicaba, que devem estar disponíveis no site da Semuttran.

“Essa proposta tem como objetivo fazer com que a decisão dos pais seja mais acertada na escolha do transporte escolar. A lei vale apenas para os estabelecimentos particulares, pois, como vereador, não poderia apresentar um projeto de lei que tornasse a medida obrigatória nas escolas municipais. No entanto, estamos pedindo ao Executivo que faça a ampliação na rede municipal”, disse Isac.

Ainda na reunião, Isac apresentou o vídeo produzido pelo Departamento de Comunicação, sobre o uso do celular ao volante e quais são as penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A urgência do tema foi constatada na terceira reunião do fórum, em 27 de novembro, quando o secretário Jorge Akira informou que o uso de celular ao volante está em quarto lugar entre as autuações de trânsito em Piracicaba.

A intenção do vídeo é que o conteúdo institucional possa ser aproveitado por órgãos e entidades que atuam na conscientização sobre o trânsito na cidade e compartilhado ao público em geral nas redes sociais e em aplicativos de mensagens instantâneas. Além desse material, o Departamento de Comunicação produziu um vídeo do simulado de salvamento veicular, na praça José Bonifácio.

O encontro teve como participantes o subinspetor Narzi Alves, comandante do Pelotão Escolar; Clayton Daniel Masquieto, gerente da Fumep; Alexandre Tadei, diretor de CFC; Renato Oliani, gerente-adjunto do Sesc; Graciane Vicente Stabelim, coordenadora pedagógica do Sesi Vila Industrial; Fátima Suzegan Rosa, do Colégio Atlântico; Rebeca Bueno, da Acipi; Elaine Aparecida Barella, da Secretaria de Educação; tenente PM Renato Buso; terceiro-sargento Marco Antonio Zaghi; e Guaraci Ribeiro Filho, do Corpo de Bombeiros de Piracicaba.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Fórum de Educação para o Trânsito Isac Souza

Notícias relacionadas