PIRACICABA, SÁBADO, 6 DE JUNHO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

07 DE ABRIL DE 2020

Plenário acata questionamentos de Trevisan sobre ex-diretora da Emdhap


Requerimento aprovado em regime de urgência, ontem à noite (6), questiona pronunciamento de Kátia Mesquita nas redes sociais, via WhatsApp



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução





Na 4ª reunião extraordinária, na noite desta segunda-feira (6), o plenário acatou o teor do requerimento 248/2020, de autoria do vereador Laércio Trevisan Jr. (PL), no pedido de informações ao Executivo, sobre pronunciamento da ex-diretora administrativa da Emdhap (Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional), Kátia Garcia Mesquita, via WhatsApp, quanto a doações de cestas básicas e kits de alimentação suplementar pela Prefeitura de Piracicaba.

O requerimento foi aprovado em discussão única e em regime de urgência, na 4ª extraordinária, sendo que ainda na 3ª reunião, totalizando as duas realizadas ontem à noite, o parlamentar ocupou a Tribuna da Câmara, por cinco minutos regimentais, na condição de líder partidário, para discussão e apontamentos sobre a urgência do documento.

Em cumprimento ao rito protocolar dos trabalhos da Câmara, o presidente Gilmar Rotta (CID) informou a necessidade de formalização do documento, por escrito, com atuação dos departamentos de Assuntos Legislativos e de Assuntos Jurídicos para elaboração do texto, que resultou na aprovação do requerimento.

Em seu depoimento, Trevisan Jr. exibiu um áudio com a voz da ex-diretora da Emdhap, sobre doações de cestas básicas, em nome da Prefeitura de Piracicaba, para kits de alimentação suplementar aos alunos matriculados na rede municipal de ensino.

“Essa situação é deprimente. Essa Câmara vai ficar calada, mais uma vez? Sei, mas não tenho a confirmação, que ela se filiou ao PSDB, partido do prefeito, para sair candidata a vereadora. Isso é crime eleitoral, falando em nome do município. É uma piada que continua acontecendo, por parte desse governo", disse.

Trevisan Jr. concluiu suas considerações informando que enviará a questão ao Ministério Público, já que Kátia Mesquita não faz parte dos quadros da prefeitura desde 31 de março deste ano.



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Legislativo Laércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas