PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

18 DE AGOSTO DE 2022

Palestra aborda o Sistema de Inspeção Municipal


Evento contou com a participação de alunos do curso de Técnico em Nutrição, da Etec (Coronel Fernando Febeliano da Costa)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (1 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Palestra: "Conhecendo o Sistema de Inspeção Municipal", ministrada pela médica veterinária Renata Liva

Palestra: "Conhecendo o Sistema de Inspeção Municipal", ministrada pela médica veterinária Renata Liva
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (2 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Renata Liva e a vereadora Silvia Morales

Renata Liva e a vereadora Silvia Morales
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (3 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Palestra: "Conhecendo o Sistema de Inspeção Municipal", ministrada pela médica veterinária Renata Liva

Palestra: "Conhecendo o Sistema de Inspeção Municipal", ministrada pela médica veterinária Renata Liva
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (4 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Palestra: "Conhecendo o Sistema de Inspeção Municipal", ministrada pela médica veterinária Renata Liva

Palestra: "Conhecendo o Sistema de Inspeção Municipal", ministrada pela médica veterinária Renata Liva
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 Salvar imagem em alta resolução

Palestra: "Conhecendo o Sistema de Inspeção Municipal", ministrada pela médica veterinária Renata Liva





De 2007 a 2020, o Ministério da Saúde contabilizou no país 662 surtos, culminado em 156 mil pessoas que ficaram doentes por causa de infecções e intoxicações alimentares.

Os dados foram apresentados na tarde desta quinta-feira (18), durante palestra apresentada pela veterinária da Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento) Renata Liva, na Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Piracicaba (SP), Antônio Carlos Danelon “Totó Danelon”.

Com a participação dos alunos do ensino médio do primeiro ano do curso de Técnico em Nutrição da Etec (Coronel Fernando Febeliano da Costa), Renata explicou a certificação do SIM (Sistema de Inspeção Municipal), exigido a empresários e pequenos produtores, que processam produtos de origem animal, carne e leite para comercialização.

Piracicaba é um dos municípios paulistas que oferece à população o Sistema de Inspeção Municipal, instituído pela lei municipal de 12 de novembro de 2012. O selo é responsável pelo controle de embutidos cárneos, pescados, queijos, ovos e mel. Certifica e inspeciona desde a sanidade do rebanho, o local e a higiene da industrialização, garantindo a procedência dos alimentos.

Ao mesmo tempo, incentiva as pequenas empresas e empreendedores a saírem da clandestinidade, transformando-os em empresários da área urbana e rural, oferecendo aos consumidores piracicabanos alimentos com qualidade e segurança garantida. Os produtos com a certificação do SIM, lembra Renata, podem ser comercializados em todo o município “com credibilidade e segurança”.

DICAS PARA A COMPRA DE ALIMENTOS – A especialista deu algumas dicas aos alunos na hora de comprar presuntos, linguiças, queijos, salsichas e outros derivados de produtos de origem animal. “É importante olhar na embalagem e ver se tem o SIF (Sistema de Inspeção Federal), o SISC (Serviço de Inspeção de Produtores de Origem Animal) ou o SIM, que é o selo municipal de Piracicaba.

Com o SIM, adverte Renata, a população terá garantia que está levando para a casa produtos que passaram por todos os critérios de inspeção. “Se eu vou ver uma queijaria, vamos observar dá onde vem o leite, se o gado é vacinado, se está em condições sanitárias boas, além de evitar que o consumidor desenvolva intoxicação alimentar”.

A coordenadora do curso Técnico de Nutrição da Etec, Alessandra Cozzo de Siqueira, disse que o objetivo da vinda dos alunos à Escola do legislativo foi de desenvolver o conhecimento para a carreira. “Os alunos de técnicos em nutrição estão no ponto de analisar e de orientar o consumidor, pois, daqui a um tempo, eles estarão no mercado de trabalho como técnico de nutrição”, completa.

SELO - Além das certificações federais, estaduais e municipais, Piracicaba terá um selo próprio que identificará os alimentos produzidos no município. Projeto de Lei 140/2022, do Executivo Municipal, foi aprovado nesta semana na Câmara Municipal, de modo a valorizar os produtos genuínos de Piracicaba.

A secretária municipal de Agricultura e Abastecimento, Nancy Thame, pontua que o município tem investido na segurança alimentar, na economia circular, no fortalecimento do pequeno produtor ou do alimento artesanal. “Tudo isso precisa de uma qualificação e que os nossos munícipes consumam o que é nosso e conheçam também”, destacou Nancy. O uso do Selapir será facultativo, gratuito e restrito aos agricultores e produtores de Piracicaba.

A titular da Sema explicou que foi realizada uma pesquisa em parceria com a Esalq /USP com os produtores locais. “A primeira pergunta é que eles querem ser valorizados pelos produtores que oferecem”, complementou a secretária. Para o Selapir (Selo de Alimentos de Piracicaba) entrar em vigor, depende de um cronograma a ser executado pela Sema.

 

 

 

 

 

 



Texto:  Marcelo Bandeira - MTB 33.121
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Escola do Legislativo

Notícias relacionadas