PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

11 DE FEVEREIRO DE 2021

Padre Paulo, da Paróquia Imaculada Conceição, é homenageado


Religioso, que completou 27 anos de ordenação sacerdotal, recebeu voto de congratulações do vereador Trevisan Jr.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução


O padre Paulo Roberto Saraiva de Brito, da Paróquia Imaculada Conceição, na Vila Rezende, recebeu voto de congratulações da Câmara em razão dos 27 anos de ordenação sacerdotal, completados em 11 de dezembro. A homenagem foi entregue, nesta quinta-feira (11), pelo vereador Laércio Trevisan Jr. (PL), autor do requerimento 536/2020.

Nascido em Rio Claro (SP), em 8 de abril de 1966, Paulo é filho de Raimundo Saraiva de Brito e Maria Yvone Belém Saraiva de Brito. Foi batizado na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Rio Claro, embora seus pais morassem na zona leste de São Paulo (SP).

Na capital paulista, estudou no Colégio dos Padres Olivetanos, na Escola Estadual "João Tedoro", na Escola Municipal "8 de Maio" e na Escola Estadual "Gabriel Peliciotti". Fez curso técnico em eletrônica no colégio Cruzeiro do Sul e obteve bolsa para estudar, por um ano, na Escola de Engenharia Mauá, em São Caetano (SP).

Trabalhou em agência de publicidade em São Paulo e ingressou como escrevente no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo em 1985.

"Sobrinho de uma religiosa paulina e filho de uma mãe profundamente religiosa e devota de Santo Antônio de Pádua, frequentava ainda muito pequeno as missas dominicais nas igrejas Santa Luzia e Cristo Ressuscitado e nas capelas das Irmãs Paulinas. Recebeu sua primeira comunhão na capela da Casa do Bairro Ana Matarazzo, em 1975", conta Trevisan.

Com 15 anos, Paulo começou a participar do grupo de jovens da comunidade São Carlos Borromeu, pertencente à Paróquia Nossa Senhora Aparecida da Ponte Rasa. "Foi nessa comunidade que se deu seu crescimento espiritual. Foi catequista, presidia celebrações da palavra, participava do conselho comunitário e das diversas pastorais. Foi lá que, em 1986, recebeu o sacramento da crisma das mãos de dom Angélico Sândalo Bernardino e foi de lá que partiu para o seminário, em 1987", relata o parlamentar.

Paulo iniciou seu caminho para o sacerdócio em 2 de janeiro de 1987, quando ingressou na Casa de Formação Nossa Senhora da Esperança, da Arquidiocese de São Paulo, para os estudos filosóficos, concluídos nas Faculdades Associadas do Ipiranga em 1989.

Em 1990, mudou-se para a Casa de Formação Teológica de Ermelino Matarazzo e ingressou em teologia na Pontifícia Faculdade Nossa Senhora da Assunção, no Ipiranga. Terminou os estudos teológicos em 1993. "Nos últimos três meses de estudos, foi um dos seminaristas, na verdade já diácono, que inaugurou o Seminário Diocesano Nossa Senhora da Penha e de lá foi seu primeiro sacerdote ordenado", diz Trevisan.

Paulo fez trabalhos pastorais no Hospital São Cristóvão, na Paróquia São José Operário da Cohab José Bonifácio, na Paróquia Nossa Senhora da Paz do Jardim Nossa Senhora do Carmo e na Paróquia São Benedito de Guaianases. Desde o primeiro ano de filosofia até os primeiros anos de sacerdócio, também participou da Pastoral Vocacional.

Foi ordenado diácono na festa de Nossa Senhora de Guadalupe em 1992, na Basílica de Nossa Senhora da Penha, e presbítero em 11 de dezembro de 1993, na Catedral de São Miguel Arcanjo, ambas pelas mãos de dom Fernando Legal.

Sua vida ministerial começou em fevereiro de 1994, assumindo a Paróquia Jesus de Nazaré, no Itaim Paulista. Em junho de 1996, tornou-se o primeiro pároco da recém-criada Paróquia São José, na Vila Buenos Aires. Em 26 de fevereiro de 2000, assumiu a função de pároco da Paróquia Sagrada Família de Vila Praia.

Em 7 de julho de 2006, transferindo-se temporariamente para a Diocese de Piracicaba, assumiu como administrador na recém-criada Paróquia Imaculado Coração de Maria, em Rio Claro. Além das responsabilidades paroquiais, também continuou na Pastoral Vocacional, de onde saiu para assumir a Pastoral da Comunicação da diocese, cargo que entregou quando assumiu a função de assistente eclesiástico da Renovação Carismática Católica da diocese.

Nos últimos 10 anos, tem dedicado parte do tempo de seu ministério ao resgate de jovens das drogas e às famílias. Fundou a Comunidade ArteDeus, que tem como missão evangelizar pelas artes, com sede em Rio Claro.

Em 14 de fevereiro de 2015, padre Paulo assumiu a Paróquia Imaculada Conceição, na Vila Rezende, da qual fazem parte as capelas de São Luiz Gonzaga e Frei Santo Antonio de Santana Galvão, e coordenou as festividades dos 60 anos de sacerdócio de monsenhor Jorge Simão Miguel.

"Destaca-se o respeito e o carinho que padre Paulo tem por monsenhor Jorge, pároco emérito e vigário paroquial da Paróquia Imaculada Conceição, pessoa muito querida e admirada pela população piracicabana. Padre Paulo é uma pessoa muito querida pela comunidade da Vila Rezende e vem desenvolvendo relevantes trabalhos junto à Paróquia Imaculada Conceição", diz Trevisan, que antes já homenageou o religioso com moção de aplausos pelos 25 anos de ordenação sacerdotal e título de "Cidadão Piracicabano".

Em 2017, padre Paulo foi o responsável pela reforma e revitalização da matriz. "Com muito empenho e colaboração da comunidade e parceiros, o projeto se concretizou de uma forma maravilhosa, com a integração com a comunidade da Vila Rezende e toda Piracicaba", ressalta o vereador, acrescentando que a ideia do sacerdote "é revitalizar esse importante cartão postal da cidade, além de resgatar histórias, pois muitas pessoas estão ligadas à paróquia, seja por casamento ou batizado, pelos amigos e pelas festas".

 



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918 Daniela Teixeira - MTB 61.891
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Homenagem Laércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas