PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

09 DE ABRIL DE 2018

Nancy propõe evento de conscientização sobre alergia alimentar


Projeto de decreto legislativo 1/2018 será votado na reunião ordinária desta segunda-feira (9)



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução

Proposta é da vereadora Nancy Thame (PSDB)



Será votado na reunião ordinária desta segunda-feira (9) o projeto de decreto legislativo 1/2018, da vereadora Nancy Thame (PSDB), que propõe instituir na Câmara a “Semana de Conscientização da Alergia Alimentar”, a ser realizada anualmente na terceira semana de Maio.

Criada nos Estados Unidos pela instituição Fare (Food Allergy Anaphylaxis Network), em 1998, a Semana tem como objetivos organizar e desenvolver ações em busca de melhorias na qualidade de vida de pessoas alérgicas bem como de familiares. 

De acordo com a parlamentar, a ideia de trazer o evento para o município surgiu após reunião com integrantes do movimento “Põe no Rótulo”, realizada no início deste ano. “Elas debateram a necessidade de promover a conscientização da população e do poder público sobre o assunto em Piracicaba. São mães que sofrem diariamente com o problema e trouxeram essa demanda para mim. Acho importante divulgar o tema”, conta Nancy.

“Adotar políticas públicas que fomentem a conscientização sobre a temática é um dos anseios da população que convive com a alergia alimentar. Quanto mais conhecimento, maior a probabilidade de os indivíduos que tenham alergia alimentar poderem, de maneira segura, participar de atividades cotidianas", afirma Nancy, no texto do projeto. 

A parlamentar cita, na justificativa, uma pesquisa publicada no “World Allergy Organization Journal” que afirma uma incidência de 6,2% de anafilaxia no Brasil, sendo que a alergia alimentar é a segunda causa do problema, perdendo apenas para reações a medicamentos. 

“Enquanto espaço legislativo, temos que difundir o conhecimento. Essas pessoas não têm respaldo na sociedade e o assunto não é conhecido. A conscientização é necessária”, conclui a parlamentar.

JUSTIFICATIVA – Alergia alimentar é reação do sistema imunológico que ocorre logo após a ingestão de um determinado alimento. Mesmo uma pequena quantidade do alimento que causa alergia em algumas pessoas pode desencadear sinais e sintomas, que costumam variar de gravidade. Em alguns casos, a alergia alimentar pode causar sintomas graves ou até mesmo uma reação com risco de vida, conhecida como anafilaxia. 

Sua ocorrência afeta cerca de 150 mil pessoas por ano no Brasil, independente de idade ou condição social. Estudos indicam que de 50 a 70% dos pacientes com alergia alimentar possuem história familiar de alergia. Se o pai e a mãe apresentam alergia, a probabilidade de terem filhos alérgicos é de 75%. 

O melhor tratamento é a prevenção. Não há tratamento que cure a alergia alimentar. O mais importante é identificar os alimentos que causam alergia e evitá-los permanentemente. A propositura tem o objetivo de oferecer dispositivos que ampliam o conceito informativo sobre a alergia alimentar.



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Rodrigo Alves - MTB 42.583
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337


Legislativo

Notícias relacionadas