PIRACICABA, DOMINGO, 16 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

04 DE SETEMBRO DE 2018

Muitos homens se acham Deus, diz Tozão


Parlamentar fez uma série de reflexões ao ocupar a tribuna da Câmara



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Parlamentar ocupou a tribuna na 49ª reunião ordinária






O vereador Osvaldo Schiavolin, o Tozão (PSDB), lamentou que muitos homens se achem Deus. Ele fez uma série de reflexões sobre a questão nesta segunda-feira (3), na 49ª reunião ordinária, quando ocupou a tribuna da Câmara.

"Era uma vez uma reunião de pessoas sábias, que entendem de leis do homem. Temos saber o que falar, para não sermos surpreendidos com outra lei. Naquele lugar, pessoas de todas as idades, com sabedoria diversificada, mas todos com medo para não falar demais, porque tudo o que falar pode ser usado contra você mesmo", disse ele.

Tozão indagou: "como posso me expressar, ter a minha liberdade de expressão, se não posso falar o que penso e o que vivo? Porque as leis são complicadas, do homem, é lógico! Penso, quando sofro represália de uma lei que o homem fez, tentando dar dignidade para outro homem, esta lei deveria deixar de existir. Mas não é isso o que acontece: as prerrogativas e as ideias são do homem, não são de Deus".

O vereador expôs seu histórico de vida. "Graças a Deus nasci perfeito, tenho pai e mãe, cinco irmãos, fui à escola até o segundo grau e tem gente que acha que todos têm o que o outro tem. Trabalhei em comunidade e trabalho até hoje, porque eu quero. Ajudo pessoas e também sou voluntário. Pago minhas contas, sigo as leis e cumpro minhas obrigações."

A lei de Deus, segundo Tozão, é "ame seu Deus com todas as suas forças e o próximo como a ti mesmo", mas não é a lei do homem. "Quando achamos que somos melhores que Deus, nos perdemos", completou, ao reforçar: "inventamos as leis que fazem o próximo trabalhar para você e achamos que isso é certo. Roubamos e temos a prerrogativa de achar que está certo", disse.

Ao final, em outro contexto, Tozão retornou ao assunto e disse que "buscar o bem para o seu semelhante nunca foi fácil, pois sempre haverá alguém que não o quer".



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoOsvaldo Schiavolin

Notícias relacionadas