PIRACICABA, DOMINGO, 21 DE JULHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

04 DE JUNHO DE 2019

Ministro da Justiça e Segurança Pública receberá moção de aplausos


Propositura é de autoria do vereador Paulo Henrique



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Propositura foi aprovada na noite de ontem (3), na 33ª reunião ordinária



De autoria do vereador Paulo Henrique (PRB), a moção de aplausos 93/2019 foi aprovada na noite desta segunda-feira (3), na 33ª reunião ordinária. Por meio da propositura, o parlamentar irá homenagear o Ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro pelos relevantes trabalhos e resultados obtidos pelas Operações Luz da Infância.

No texto do requerimento, o parlamentar reforçou que o abuso e exploração sexual infantil é um crime intolerável e grave que atinge os mais vulneráveis e mais valiosos na sociedade, que são nossas crianças e adolescentes.

“Com a criação da Seopi (Secretaria de Operações Integradas) do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), sob o comando de Rosalvo Ferreira Franco, e apoio do Secretário-adjunto José Washington Luiz Santos; do Coordenador Geral Combate ao Crime Organizado, Wagner Mesquita de Oliveira; do Diretor de Operações César Augusto Martinez; do Diretor de Inteligência Marcos Aurélio Pereira de Moura e do Coordenador Geral de Combate ao Crime Organizado Fábio Galvão da Silva Rêgo, com a finalidade da coordenação de operações entre os órgãos de segurança pública federais e estaduais, revela-se a amplitude e o sucesso das investigações realizadas pelas Operações Luz na Infância”, disse Paulo.

De acordo com o vereador, as operações realizadas obtiveram resultados expressivos com a atuação integrada entre o governo federal e as polícias civis do todos os estados envolvidos, em especial a Operação Luz na Infância 4, que foram mobilizados mais de 1.500 policiais para os cumprimentos de 266 mandados de busca e apreensão de materiais relacionados a abuso e exploração sexual infanto-juvenil.

“Na Operação Luz na Infância 4, resultaram na prisão de 137 pessoas em 24 unidades da federação, com atuação e coordenação MJSP e dos policiais civis de 26 Estados e Distrito Federal, as operações nacionais buscam identificarem os autores dos crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados pela internet”, ressaltou o parlamentar.

Paulo Henrique reforçou que para o êxito dessas operações, foi necessário o esforço da equipe do Laboratório de Inteligência Cibernética da Secretaria de Operações Integradas do MJSP, equipe formada por Alesandro Gonçalves Barreto, Delegado de Polícia Civil – PI; Ana Saskia Nunes Araújo, Inspetora de Polícia – CE; João Leonardo de Andrade Júnior, Agente de Polícia Civil – AL; Jorge Alberto dos Santos Leite, Investigador de Polícia Civil – MT; José Anchieta Nery Neto, Delegado de Polícia Civil – PI; Mardem Lincow Carvalho da Silva, Agente de Polícia civil – PI; Nycole Bittencourt Santos, Escrivã de Polícia Civil – PR e Roberto Buery Silva, Cabo da Polícia Militar – SE. “O conteúdo dos indícios de autoria e materialidade delitiva foram repassadas as Polícias Civis, em especial as delegacias de proteção à criança e ao adolescente e de repressão a crimes informáticos”, disse.

Ainda, de acordo com o parlamentar, as pesquisas, investigações, troca de dados cibernéticos e de informações de inteligência foram de suma importância para a realização das operações, em especial a Operação Luz na Infância 4, sendo a primeira operação integrada de investigação e repressão a crimes coordenada pela Seopi.

“De acordo com os especialistas na área de laboratório de inteligência, que o ambiente cibernético é um território sem lei, em que os criminosos não serão descobertos pelos seus atos, mas as operações através das equipes e as policias civis tem capacidade para buscar evidências nesse ambiente, identificando os autores dos crimes no ambiente da internet”, disse.

 



Texto:  Ana Caroline Lopes
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Infraestrutura UrbanaPaulo Henrique

Notícias relacionadas