PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 25 DE MAIO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE AGOSTO DE 2019

Capitão Gomes defende que Forças Armadas liderem ações pró-Amazônia


"Ninguém melhor que as Forças Armadas como instituição capaz de administrar, desenvolver sustentavelmente e defender a Amazônia brasileira", disse o vereador.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Capitão Gomes ocupou a tribuna durante a reunião ordinária desta quinta-feira






O vereador Carlos Gomes da Silva, o Capitão Gomes (PP), reproduziu artigo escrito pelo general do Exército Marco Antonio Felício para defender o papel das Forças Armadas como líder das ações em prol da Amazônia ante interesses estrangeiros. O texto, com críticas a parte da classe política brasileira, a líderes internacionais e a veículos de comunicação, foi lido pelo parlamentar na tribuna, durante a 46ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (29).

Capitão Gomes lamentou o fato de as Forças Armadas brasileiras não receberem o mesmo investimento verificado nos "exércitos mais poderosos do mundo", que encaram como "prioridade máxima a busca de tecnologias de ponta que tornam seus sistemas de armas mais potentes e letais".

O vereador citou como exemplo a ser seguido a Índia, que, mesmo subdesenvolvida como o Brasil, aposta em armas nucleares, tendo "hoje o respeito das grandes potências e novo status internacional como país". "Isso mostra o quanto é afrontoso à nossa própria soberania aceitarmos passivamente limitações no desenvolvimento de novos sistemas de armas por tratados contrários aos interesses nacionais", disse o parlamentar, reproduzindo o conteúdo do artigo de Felício.

Para Capitão Gomes, o caso da Índia é, para o Brasil, "exemplo de geopolítica a uma classe de políticos em sua maioria lenientes, omissos". "É esse comportamento vergonhoso e antipatriótico, apoiado por maus brasileiros, que permite neste momento desmatamentos e incêndios, estes na maioria naturais, na floresta amazônica."

"Temos nossa soberania vilipendiada por líderes diversos, como o francês Emmanuel Macron, a alemã Angela Merkel e, infelizmente, o papa Francisco: culpam o governo brasileiro de prejudicar o resto do mundo, incapaz de preservar a floresta amazônica, e mobilizam a opinião pública internacional por meio de mídia bandida, denegrindo o Brasil e anunciando providências, como diz o petulante Macron, para 'salvar a nossa Amazônia', porém com os olhos na riqueza da região", continuou o vereador.

Capitão Gomes afirmou que "compete, pois, aos brasileiros responder ao desafio que representa a região amazônica e vencer". "Se não respondermos, seremos todos eternamente derrotados. Capitaneando a força-tarefa com outros órgãos estaduais e federais, ninguém melhor que as Forças Armadas como instituição capaz de administrar, desenvolver sustentavelmente e defender a Amazônia brasileira, segundo o planejamento estratégico e o apoio governamental, honrando a herança de outros bravos patriotas e vencendo tal desafio", finalizou o vereador.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Legislativo Carlos Gomes da Silva

Notícias relacionadas