PIRACICABA, SÁBADO, 29 DE JANEIRO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

26 DE NOVEMBRO DE 2021

Câmara promove solene que pede o fim da violência contra a mulher


Idealizada pelas vereadoras Rai de Almeida (PT) e Sílvia Morales (PV), solenidade homenageou entidades que garantem apoio às mulheres vítimas de agressão



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (1 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Mulheres e entidades, homenageadas na tarde desta sexta-feira (26)

Mulheres e entidades, homenageadas na tarde desta sexta-feira (26)
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (2 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadora Rai de Almeida (PT)

Vereadora Rai de Almeida (PT)
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (3 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereadora Sílvia Morales (PV), do Mandato Coletivo "A Cidade é Sua"

Vereadora Sílvia Morales (PV), do Mandato Coletivo "A Cidade é Sua"
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (4 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Diretora do serviço de proteção social da Smads, Veridiana Giovanetti Ricci

Diretora do serviço de proteção social da Smads, Veridiana Giovanetti Ricci
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (5 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Coordenadora da Defensoria Pública do município, Caroline Romani Brancalion

Coordenadora da Defensoria Pública do município, Caroline Romani Brancalion
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (6 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Coordenadora do CRAM (Centro de Referência e Assistência à Mulher), Fabiana Menegon

Coordenadora do CRAM (Centro de Referência e Assistência à Mulher), Fabiana Menegon
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (7 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Presidente do Conselho Municipal da Mulher, Lia Mara de Oliveira

Presidente do Conselho Municipal da Mulher, Lia Mara de Oliveira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (8 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Encarregada da "Patrulha Maria da Penha", da Guarda Civil, Fernanda Nardon

Encarregada da "Patrulha Maria da Penha", da Guarda Civil, Fernanda Nardon
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (9 de 14) Salvar imagem em alta resolução

A conselheira da Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Piracicaba e docente da Esalq/USP, Heliani Berlato

A conselheira da Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Piracicaba e docente da Esalq/USP, Heliani Berlato
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (10 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Homenageadas

Homenageadas
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (11 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Guardas civis municipais que integram a "Patrulha Maria da Penha"

Guardas civis municipais que integram a "Patrulha Maria da Penha"
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (12 de 14) Salvar imagem em alta resolução

"16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher"

"16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher"
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (13 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereador Pedro Kawai (PSDB)

Vereador Pedro Kawai (PSDB)
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (14 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Vereador Thiago Ribeiro (PSC)

Vereador Thiago Ribeiro (PSC)
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 Salvar imagem em alta resolução

Mulheres e entidades, homenageadas na tarde desta sexta-feira (26)






"O Brasil é o 5º país no mundo no ranking de feminicídio. A cada 90 minutos uma mulher é morta no país e, um, a cada 10 assassinatos, é pelo fim do relacionamento." Os dados preocupantes foram apresentados pela vereadora Silvia Morales (PV), do Mandato Coletivo "A Cidade é Sua" durante a solenidade "16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres", promovida, também, pela vereadora Rai de Almeida (PT) na tarde desta sexta-feira (26) no salão nobre "Helly de Campos Melges", atendendo ao requerimento 33/2021.

A abertura, porém, foi de forma simbólica nesta quinta-feira (25) com a exposição, no saguão do prédio principal da Câmara Municipal de Piracicaba (SP), dos trabalhos produzidos pelas mulheres que são atendidas e acolhidas  pelo CRAM (Centro de Referência e Assistência à Mulher). "Nesses trabalhos as mulheres estão expressando seus sentimentos por aquilo que elas passaram e sonham", traduziu Rai, na abertura do evento desta sexta-feira.

Compuseram a mesa diretiva dos trabalhos, ao lado das parlamentares, a diretora do serviço de proteção social da Smads (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social), Veridiana Giovanetti Ricci, e a coordenadora da Defensoria Pública do município, Carolina Romani Brancalion, que é defensora pública.

Os 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher, explica Rai, estão acontecendo no mundo inteiro. "isso é importante porque é uma ação conjunta, ou seja, não é um ou outro lugar, pois ela acontece de forma articulada", lembrou a vereadora.

Esse movimento teve início em 1991 e, atualmente, 165 países aderiram à mobilização. A campanha se inicia no dia 25 de novembro - Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher e se estende até o dia 10 de dezembro - Dia Internacional dos Direitos Humanos. No Brasil a conscientização surgiu em 2003. "As atividades são reforçadas no dia 20 de Novembro - Dia da Consciência Negra", complementou Rai.

Representando a secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Euclídia Fioravante, Veridiana Ricci afirmou que as discussões "não devem somente acontecer nesse período e, sim, o ano todo". Ela destacou o trabalho da Rede de Proteção à Mulher do Legislativo em parceria com a secretaria.

"Historicamente a mulher sempre foi vítima de violência e passou dar hora de dar um basta." O comentário foi da defensora pública Carolina Brancalion, que, inclusive, colocou à disposição o trabalho da Defensoria Pública de Piracicaba que atende cidadãos que não têm recursos para custear o trabalho de advogados. O atendimento presencial é realizado às terças e quintas-feiras, das 7h30 às 11h30. "O agendamento", pontua a servidora, "é feito pelo www.defensoria.sp.def.br".

Mesmo quem não tem acesso à internet é atendido na Defensoria, explica Caroline. "Basta comparecer nesses dias e providenciar o agendamento", orientou. A sede do órgão em Piracicaba é na rua Benjamin Constant, 823, Centro. Outras informações no 3422-2982.

HOMENAGEADAS -  Na solenidade, receberam honrarias a coordenadora do CRAM - pelo seis anos de atividades de atendimento e proteção à mulher - Fabiana de Campos Menegon; a presidente do Conselho Municipal da Mulher - pelos 10 anos de criação de programas e ações de políticas públicas - Lia Mara de Oliveira e a encarregada da "Patrulha Maria da Penha" da Guarda Civil Municipal - Fernanda Nardon - pelos quatro anos de proteção às mulheres em situação de violência.

"Ter uma mulher preta à frente do Conselho Municipal da Mulher, não é fácil. Nós temos muitas barreiras para enfrentar", disse a presidente da entidade, Lia Mara de Oliveira. "Se hoje a gente vê nas farmácias municipais aquele cartaz "Sinal Vermelho contra a Violência", isso foi uma conquista nossa para que as mulheres saibam aonde procurar ajuda", enfatizou.

Compareceram à reunião solene a docente do departamento de Economia, Administração e Sociologia da  Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) e conselheira da Escola do Legislativo, Heliani Berlato, além dos vereadores Pedro Kawai (PSDB) e Thiago Ribeiro (PSC).



Texto:  Marcelo Bandeira - MTB 33.121
Supervisão:  Marcelo Bandeira - MTB 33.121
Revisão:  Marcelo Bandeira - MTB 33.121
Imagens de TV:  TV Câmara


Homenagem

Notícias relacionadas