PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 24 DE SETEMBRO DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

14 DE SETEMBRO DE 2021

“Brasil perde uma das suas referências no agronegócio”, lamenta Kawai


Empresário foi homenageado pelo vereador Pedro Kawai (PSDB) em 2016



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução


O vereador Pedro Kawai (PSDB) lamentou profundamente a morte do empresário Celso Silveira Mello Filho, uma das vítimas fatais do acidente aéreo ocorrido às 8h41 da manhã desta terça-feira, em Piracicaba.

A aeronave, um King Air 360, de propriedade da CSM Agropecuária, caiu minutos logo após decolar, vitimando Celso Silveira Mello Filho, sua esposa Maria Luiza Meneghel e seus três filhos Fernando, Celso e Camila. O piloto Celso Elias Carloni e o copiloto Giovani Gulo também morreram.

Kawai disse que a cidade está chocada com o acidente, e observou que a família Silveira Mello, dona do grupo Cosan – e da Raízen, sempre contribuiu para o engrandecimento de Piracicaba.

Em 2016, Pedro Kawai concedeu o título de Piracicabanus Praeclarus a Celso Silveira Mello, uma honraria que reconhece o valor das pessoas que pelo seu trabalho honram o nome da cidade.

Naquela oportunidade, o empresário, uma das maiores referências do agronegócio no Brasil e no mundo, disse estar "com a alma de joelhos" em razão do reconhecimento conferido pelo Legislativo municipal, Celso, em sua fala de agradecimento, defendeu a "simplicidade como um dos tesouros da vida", contou ter "aprendido a grande lição da convivência, o humanismo"

A trajetória de Celso foi destacada em vídeo produzido pelo Departamento de Comunicação da Câmara e exibido durante a solenidade. Amigos exaltaram o dinamismo do empresário, que trabalhou por 25 anos em Piracicaba antes de comandar projetos agropecuários nos Estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Pará.

“Celso foi uma pessoa de grande personalidade e calor humano. Se orgulhava em dizer que tinha amizade desde o chão da fazenda, às grandes personalidades”, lembrou o vereador.

 



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Câmara Pedro Kawai

Notícias relacionadas