PIRACICABA, DOMINGO, 24 DE JANEIRO DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

11 DE JANEIRO DE 2021

Alta de casos motiva questionamento sobre leitos de UTI disponíveis


Pedro Kawai pede formalmente que Luciano Almeida preste informações sobre o número de leitos exclusivos para Covid-19 e a taxa de ocupação em UTI e enfermaria.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 2) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 2) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução


O aumento expressivo de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em Piracicaba levou o vereador Pedro Kawai (PSDB) a requerer informações ao prefeito Luciano Almeida (DEM) sobre o número de leitos públicos disponíveis no município. O parlamentar teme que haja óbitos por indisponibilidade de leitos de UTI (unidade de terapia intensiva).

No requerimento, protocolado na Câmara nesta segunda-feira (11), Kawai cita que o município vive uma "segunda onda" da Covid-19 e destaca que muitas cidades menores dependem da infraestrutura de saúde disponível em Piracicaba, elevando a ocupação dos leitos.

Além de informações relativas ao número de leitos de UTI e de enfermaria, o vereador também pede que o Executivo informe a taxa de ocupação em abril, julho e outubro de 2020 e janeiro deste ano.

"A população merece saber quais medidas o novo governo deseja adotar para aumentar o número de leitos na cidade, porque há risco de pessoas começarem a morrer na fila de espera por um leito com respirador", observou.

Na semana passada, Kawai lamentou o desmonte da tenda da UPA (unidade de pronto-atendimento) do Piracicamirim, que, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, atendeu mais de 65 mil pessoas desde o início da pandemia.

TENDÊNCIA DE ALTA - Estatísticas da pasta mostram que julho de 2020 registrou o pico da "primeira onda" da pandemia, com 4.976 casos confirmados, e que o aumento de novos casos em janeiro deste ano indica uma tendência de superlotação nos hospitais e nas unidades de saúde.

A preocupação de Kawai ampara-se na tendência de alta dos casos da Covid-19 (como mostra o primeiro gráfico que ilustra esta matéria), que traz o registro dos dez primeiros dias de cada um dos meses desde o início da pandemia.

Outro questionamento feito pelo vereador refere-se à divulgação de dados à população. Ele quer saber como as pessoas podem ter acesso ao número de leitos, à taxa de ocupação e a outras informações sobre a Covid-19. Até este domingo (10), Piracicaba tinha 24.454 casos confirmados da doença, com 423 mortes e 2.230 pessoas em tratamento hospitalar e domiciliar.



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Saúde Coronavírus Pedro Kawai

Notícias relacionadas