PIRACICABA, SÁBADO, 21 DE JULHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

05 DE JANEIRO DE 2018

Vereadores acompanham anúncio de licitação da UPA Vila Cristina


A melhoria na saúde sempre foi uma das preocupações mais relevantes da Câmara de Vereadores de Piracicaba, em dezenas de indicações e requerimentos nos últimos anos.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Comunicação Salvar imagem em alta resolução

Vereadores acompanham anúncio de licitação da UPA Vila Cristina


Os vereadores Aldisa Vieira Marques, o Paraná (PPS), Ary de Camargo Pedroso Júnior (SD), Marcos Abdala (PRB), Rerlison Rezende (PSDB), Carlos Gomes da Silva, o Capitão Gomes (PP), Paulo Campos (PSD), Paulo Henrique Paranhos Ribeiro (PRB), Lair Braga (SD) e Pedro Kawai (PSDB) participaram ontem (4) de anúncio de abertura do processo licitatório para a construção da nova UPA (Unidade de Pronto Atendimento), da Vila Cristina.

A melhoria do atendimento da UPA Vila Cristina sempre foi uma das preocupações mais relevantes da Câmara de Vereadores de Piracicaba, sendo tema de dezenas de indicações e requerimentos nos últimos anos. Desde 2012, 14 indicações e cinco requerimentos abordaram os mais diversos problemas envolvendo a unidade atual.

Em abril de 2012, o vereador Laércio Trevisan Júnior (PR) apresentou o requerimento 176/2012 em que questionou sobre manutenção e condições de equipamentos. Em 2013, no requerimento 96/2013, cobrou uma reforma geral, repetindo a preocupação de 2016, no requerimento 634. No mesmo ano, o vereador Paulo Campos questionou sobre a manutenção do aparelho de Raio-X.

As indicações para melhorias ao longo dos anos também tiveram autoria dos vereadores Laércio Trevisan Júnior, Paulo Campos, Ronaldo Moschini (PPS), Ary de Camargo Pedroso Júnior e Aldisa Vieria Marques, o Paraná.

O custo estimado da obra está entre R$ 5,5 e R$ 6 milhões, sendo que R$ 4 milhões são do governo federal, articulados pelo senador José Serra (PSDB). O restante (R$ 1,5 milhão) será a contrapartida da Prefeitura, recurso já alocado no Orçamento deste ano.

Segundo o primeiro secretário da Câmara, Pedro Kawai, o prefeito Barjas Negri informou que “a nova unidade irá melhorar o atendimento à população da região da Vila Cristina, reduzindo as filas e humanizando os serviços, principalmente com a separação dos acolhimentos dos usuários adultos e crianças”. O processo licitatório deve ser concluído ainda no primeiro semestre deste ano. O prazo de execução é de, no mínimo, 12 meses, a partir da assinatura do contrato.

A antiga unidade será substituída por uma moderna, como explicou o secretário municipal de Saúde, Pedro Mello, que ressaltou que a unidade atual está precária, congestionada e a sua infraestrutura ultrapassada. Hoje, a UPA Vila Cristina faz mais de 120 mil atendimentos médicos por ano. Por isso, a Prefeitura optou por construir outra unidade inteiramente nova, atendendo aos novos critérios do Ministério da Saúde.
 
Sobre a melhoria da infraestrutura, se comparada à unidade antiga, a mudança será a separação dos acolhimentos entre os públicos adulto e infantil.

O secretário Pedro Mello também explicou que a nova unidade terá cerca de 2.300 m², com 10 consultórios, 52 leitos (hoje são 27), brinquedoteca e fraldário, salas para sutura e curativo, inalação, aplicação, reidratação, sanitários masculino/feminino e infantil entre outras instalações, e mais o chamado apoio terapêutico: aparelho de Raio-X e de Eletrocardiograma.

Serviço

Conforme informações do Centro de Comunicação Social da Prefeitura, a obra será edificada em área de 4.153,87 m2, com 2.367,82 m2 de construção. Serão disponibilizados 52 leitos, sendo 12 leitos infantis, 15 femininos, 16 masculinos e 6 de emergência e 3 de isolamento. Incluindo 10 consultórios, sendo 4 infantis.



Texto:  Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Supervisão:  Martim Vieira - MTB 21.939
Revisão:  Martim Vieira - MTB 21.939


Tópicos: SaúdeAry Pedroso JrCarlos Gomes da SilvaPaulo HenriquePaulo CamposPedro KawaiRerlison RezendeLair BragaMarcos AbdalaAldisa Marques

Notícias relacionadas