PIRACICABA, SÁBADO, 26 DE MAIO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

07 DE MARÇO DE 2018

Vereadoras realizam reunião solene do Dia da Mulher


Coronel Adriana (PPS) e Nancy Thame (PSDB) entregarão homenagens para personalidades de diversas áreas



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (3 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (4 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (5 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (6 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (7 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (8 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (9 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (10 de 10) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução

As vereadoras Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PPS), e Nancy Thame (PSDB) homenagearão, quarta-feira (7), durante reunião solene, às 19h, no Salão Nobre “Helly de Campos Melges”, da Câmara de Vereadores de Piracicaba, seis importantes personalidades da cidade em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. 

“Além de reconhecer o trabalho que essas mulheres desenvolvem, o objetivo é dar luz e visibilidade para que a sociedade toda seja contagiada e passem a disseminar as mais diversas manifestações culturais e artísticas e humanitárias da cidade”, argumenta Nancy. 

Uma das homenageadas, a artista Ediana Maria de Arruda teve importante papel no resgate do Samba de Lenço de Piracicaba “Mestre Antônio Carlos Ferraz”, do qual é coordenadora. É integrante dos Grupos de Maracatu Baque Caipira, Batuque de Umbigada e projeto da Casa do Batuqueiro. 

A manifestação faz releitura poética do samba que originou-se na África e agregou elementos da cultura indígena e portuguesa. No Brasil, trazido pelos escravos, manifestou-se como um símbolo artístico da resistência pela formação estética, no qual englobam a música, o ritmo e a dança. 

Outra homenageada é a comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Lucineide Correa, que ingressou na primeira turma de mulheres em 1992 como Guarda Feminina 1ª Classe. Em março de 1997 foi promovida, por concurso interno, para exercer o cargo de Guarda Civil Classe-Distinta. Em 99, foi promovida à Subinspetora e, em 2012, à Inspetora, atingindo o alto escalão da corporação.

Em 2016, foi nomeada comandante da Guarda Civil Municipal, onde comanda efetivo de 454 integrantes, sendo 365 homens e 76 mulheres, além de 13 servidores civis que exercem funções administrativas. 

A busca pelo aperfeiçoamento profissional é constante. Formada em Ciências Jurídicas pela Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), Lucineide é pós-graduada em Polícia Comunitária, tendo realizado diversos outros cursos focados na área de segurança pública. 

Referência na arte e literatura, Marly Therezinha Germano Perecin é graduada pela Universidade Católica de Campinas em História, fez mestrado na PUC São Paulo e doutorado na Universidade de São Paulo. 

Como Professora, desenvolveu trabalho que permitiu comunicar o conhecimento do valor humanístico indispensável às muitas gerações e estudantes. Ela produziu e publicou livros, artigos e monografias sobre o tema que conhece como poucos e que se tornou sua especialidade, “A história de Piracicaba”. Como tese de doutorado, publicou “Os Passos do Saber”, sobre a história da Esalq/USP. 

Em 1994, a Câmara de Vereadores de Piracicaba concedeu o Título de Cidadã Piracicabana a Marly, reconhecimento que ela leva com orgulho e gratidão. Em 2012, foi coordenadora técnica do Memorial do Empreendedorismo da Acipi (Associação Industrial e Comercial de Piracicaba), que retrata o desenvolvimento da cidade de Piracicaba. 

Militante das causas sociais, Maria Cândida Lima, a Mãe Cândida, como gosta de ser chamada, é atuante dentro dos preceitos da umbanda, atualmente tem uma casa espiritual, prestando serviços de aconselhamento e assistência material aos necessitados, fazendo da vida um instrumento de caridade e solidariedade. 

Mônica Faria é servidora há 30 na Câmara como assistente administrativa, passou por vários departamentos, Jurídico, Comunicação e Legislativo, onde atua hoje. Formada em Tecnologia de Administração Legislativa, é a servidora mais antiga da Casa. Ela milita na causa animal desde os tempos de cartas escritas e enviadas pelo correio, resgatando, cuidando, garantindo a posse responsável dos adotantes, viabilizando, por meio de rifas, o custeio de tratamentos. Tudo com prestação de contas impecável, o que lhe garante credibilidade como protetora independente. 

Também será homenageada Renata de Cássia Aguiar Souza, bacharel em Direito, presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação e Trabalhadores na Limpeza Urbana e Áreas Verdes de Piracicaba e Região (Siemaco). O destaque na atuação sindical fez com que chegasse à diretoria da Federação Nacional do Asseio e Conservação e da Central Sindical União Geral dos Trabalhadores, composta, na maioria, por mulheres, que buscam o reconhecimento e a valorização no mercado.



Texto:  Assessoria parlamentar
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337


Tópicos: MulherAdriana NunesNancy Thame

Notícias relacionadas