PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

11 DE AGOSTO DE 2017

Ronaldo Moschini defende o Dia Municipal da Reanimação Cardiopulmonar


A população será envolvida em campanha de orientação sobre os primeiros cuidados nos casos de parada cardiorrespiratória.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Ronaldo Moschini defende o Dia Municipal da Reanimação Cardiopulmonar




O vice-presidente da Câmara de Vereadores de Piracicaba, Ronaldo Moschini (PPS), ao ser entrevistado no Programa Primeiro Tempo, da TV Câmara, nesta quinta-feira (10) defendeu a criação do  Dia Municipal da Reanimação Cardiopulmonar, com o objetivo de orientar e preparar leigos, tornando-os aptos para se portarem e intervirem nos casos de parada cardiorespiratória enquanto se aguarda o socorro profissional. O projeto está em tramitação nas comissões internas da Câmara, com vistas ao dia 23 de setembro, sábado, das 11 às 17 horas, nas dependências do Shopping de Piracicaba, avenida Limeira, 722, onde a população será envolvida na campanha.

Na entrevista, o vereador Moschini também abordou sobre o projeto que envolve as gestantes, tendo como marco o dia 15 de agosto, Dia da Gestante, com enfoque à sua experiência como médico Obstetra, junto às unidades básicas de saúde, em sua clínica particular e  nas maternidades da cidade, na realização de pré-natais.

Na condição de médico socorrista, Moschini também comentou sobre seu trabalho frente ao Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em Piracicaba, onde atua com muita vontade e dedicação e amor pela unidade. O parlamentar também avaliou a situação da sáude pública em Piracicaba, na administração Barjas Negri (PSDB). E, concluiu suas considerações comentando sobre a importância do aleitamento materno, principalmente nos seis primeiros meses de vida, sendo que o leite é uma vacina natural, que faz a defesa da mulher, que ela passa a seu filho. 

Moschini também reforçou mensagem específica, sobre a lei 7.748, de sua autoria, que resultou na criação de um decreto municipal que permite hoje a participação do pai na sala de parto, o que permite um diferencial muito grande ao possibilitar mais segurança e tranquilidade à parturiente.

 

 

 



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoRonaldo Moschini

Notícias relacionadas