PIRACICABA, SÁBADO, 20 DE OUTUBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

09 DE OUTUBRO DE 2018

Precisamos que Piracicaba seja respeitada, diz Kawai


Vereador ocupou a tribuna da Câmara durante a reunião ordinária desta segunda-feira (8)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Pedro Kawai (PSDB) ocupou a tribuna na reunião ordinária de segunda-feira (8)






Em análise sobre o resultado eleitoral na cidade – que, agora, ficou sem representante direto na Câmara dos Deputados, em Brasília – o vereador Pedro Kawai (PSDB) defendeu que “Piracicaba seja respeitada e lembrada”, sobretudo pelos candidatos que, mesmo não tendo domicílio eleitoral no Município, tiveram votos no último domingo (7). 

“A Democracia é extremamente presente e perfeita e a gente tem que respeitar o resultado das urnas. Mas nós precisamos pensar na importância de alguém que saiba o que é Piracicaba”, disse, ao lembrar que o candidato a deputado federal na cidade (que alcançou 12% dos votos) nunca veio à cidade.

 Como exemplo, Kawai citou a cidade de Bauru, que tem quase a mesma população e o mesmo colégio eleitoral que Piracicaba. Depois de ficarem quase 20 anos sem um representante direto na Câmara dos Deputados, a cidade concedeu 80 mil votos a um candidato com domicílio eleitoral no Município e ex-prefeito. 

“O candidato fez, ao total, 100 mil votos, sendo que 80% destes foram da cidade”, informou. “Vendo o resultado de Bauru, entendi o por que não tive tanto voto na cidade, que deve ter sentido na pele o que é ficar 20 anos sem representante”, disse. 

Ele também aproveitou a oportunidade para parabenizar os candidatos que disputaram vaga tanto na Câmara dos Deputados quanto na Assembléia Legislativa de São Paulo – para onde foram eleitos três representantes com domicílio eleitoral na cidade. 

Kawai destacou, ainda, a importância do deputado federal Mendes Thame, não reeleito no domingo (7), na sua entrada para a vida política e, portanto, à disputa por cargo na Câmara de Vereadores de Piracicaba. 

“Se eu tenho uma vida política, devo muito ao Thame. Na época, em 2004, o deputado insistiu muito para que eu saísse candidato vereador e insistiu muito para que a colônia japonesa tivesse um representante no Legislativo e Piracicaba”, disse.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara
Edição de TV:  Comunicação


Tópicos: LegislativoNancy Thame

Notícias relacionadas