PIRACICABA, SÁBADO, 25 DE MAIO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

12 DE ABRIL DE 2019

Gilmar Rotta destaca projeto para resgate da cidadania de sentenciados


Presidente da Câmara acompanhou a cerimônia de encerramento da 3ª Jornada de Cidadania e Empregabilidade, realizada pela Penitenciária de Piracicaba.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução


O presidente da Câmara, Gilmar Rotta (MDB), participou do encerramento da 3ª Jornada de Cidadania e Empregabilidade na Penitenciária de Piracicaba. O projeto é da Secretaria Estadual da Administração Penitenciária, realizado por meio da Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania, e tem como objetivos resgatar a cidadania e auxiliar na reintegração social dos detentos.

A cerimônia aconteceu nesta sexta-feira (12) e também contou com a presença do vereador Jonson Sarapu de Oliveira, o Maestro Jonson (PSDB), que apresentou o projeto "Música para Todos".

Participaram das atividades da jornada deste ano detentos em fase de progressão de pena. Um grupo de 456 sentenciados assistiram a palestras sobre saúde, e a Escola de Saúde de Piracicaba fez testes de HIV, hepatite, sífilis, aferição de glicemia e pressão em 110 deles.

A equipe de saúde da Penitenciária fez triagem em 1.337, que também participaram de um trabalho de saúde espiritual com as igrejas evangélicas das Missões e Universal.

Por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Renda foram emitidas 74 carteiras de trabalho e também confeccionados RGs e certidões de nascimento e casamento.

O balanço foi fornecido pela coordenadora técnica de saúde da Penitenciária, Cleide Coelho da Silva Santos.

O diretor-geral da Penitenciária, Élcio José Bonsaglia, explicou que as jornadas proporcionam, além da ressocialização dos detentos, a integração da sociedade com a comunidade carcerária. "Órgãos municipais, organizações não-governamentais e a sociedade em geral nos ajudam nesses atendimentos, proporcionando uma integração maior", afirmou.

Para ele, essas ações são fundamentais para o resgate da cidadania. O presídio tem capacidade para abrigar 847 detentos e, de acordo com Bonsaglia, está com aproximadamente 1.900.

André Gonçalves Fernandes, juiz corregedor da Penitenciária de Piracicaba, disse que é importante ter uma visão além dos quatro muros da prisão. "A realidade não pode se restringir a uma visão já ultrapassada, de que o preso deve ficar lá, esquecido, visando só à lei. Na verdade, o trabalho de ressocialização é um trabalho de esperança, de que esses presos possam ser pessoas melhores. Por isso essas jornadas são incentivadas e importantes", disse.

Gilmar Rotta parabenizou a direção da Penitenciária pela realização da terceira jornada. "Mostra-se uma nova visão para os detentos. A penitenciária tem um papel importante, além da punição, que é o resgate da cidadania. É fundamental para mostrar aos detentos que há outro caminho, o caminho do bem", afirmou.

Além das jornadas, a Penitenciária de Piracicaba poderá contar com outro programa, visando à recuperação dos sentenciados. O projeto "Música para Todos", do vereador Maestro Jonson, poderá ser realizado também para os detentos. "Estamos em conversa com a direção do presídio e espero que consigamos trazer essa oportunidade a mais para os detentos", disse o vereador.

Na cerimônia de encerramento, os músicos participantes do projeto fizeram uma apresentação.



Texto:  Rebeca Paroli - MTB 25.992
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: SegurançaGilmar RottaJonson Oliveira

Notícias relacionadas