PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

22 DE SETEMBRO DE 2017

Erler apresenta pedido de desculpas à secretária municipal de Educação


Vereador havia usado a tribuna, em agosto, para comentar sobre o fato de, nas escolas municipais de educação infantil, ser dado banho às crianças de forma conjunta.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Erler ocupou a tribuna durante a reunião ordinária desta quinta-feira




O presidente da Câmara, Matheus Erler (PTB), apresentou pedido de desculpas à secretária municipal de Educação, Angela Maria Correa, e aos profissionais da pasta em razão do comentário que fez no dia 24 de agosto, durante a 46ª reunião ordinária. Na ocasião, o vereador repercutiu denúncia que havia chegado ao seu gabinete, segundo a qual, nas escolas municipais de educação infantil, é dado banho de forma conjunta a meninos e meninas de até 3 anos.

"Usei a tribuna na ânsia de defender as nossas crianças. Naquele momento, me expressei de forma equivocada, quando disse que seria um absurdo que isso pudesse acontecer num município como o nosso. Depois dessa fala, fui à Escola Municipal 'Francisca Guiomar Aliberti Longo' e conversei com a diretora Josiane Jaqueline, que sanou todas as minhas dúvidas e explicou que as escolas municipais seguem um padrão que é federal", relatou o parlamentar, nesta quinta-feira (21), durante a 53ª reunião ordinária.

Antes, pela manhã, Erler, junto com o vereador Isac Souza (PTB), que também havia recebido a denúncia, indagou sobre a prática das escolas municipais em realizar a higiene das crianças de forma conjunta na reunião que teve com Angela, com a coordenadora de Educação Infantil do município, Sandra Perina, e com outras três professoras da rede.

"A secretária garantiu não haver nenhum problema e que todas as atividades realizadas dentro das escolas são estudadas e pesquisadas para justamente não causar nenhum dano para a formação social e psicológica das crianças. Assim como fiz naquele dia, ao comentar da denúncia, volto nesta noite para, em nome da secretária e da coordenadora de Educação Infantil do municipio, me retratar com todos as profissionais que se sentiram ofendidas com a minha fala", disse Erler.

"Infelizmente, na ânsia de defender aqueles que têm menos garantias de seus direitos, acabamos nos excedendo aqui. Muitas vezes, são crianças que sofrem traumas, principalmente quando entramos nessa área de sexualidade, e foi essa questão que tanto me preocupou, fazendo com que, no calor do momento e sem cautela, acabasse expondo as profissionais. Peço desculpas a elas, que tanto se dedicam à area da educação em Piracicaba", concluiu o presidente da Câmara.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoMatheus Erler

Notícias relacionadas