PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

06 DE AGOSTO DE 2018

Em sessão, vereadores aprovam criação de Fórum de Segurança Pública


Reunião desta segunda-feira contou ainda com aprovação de requerimento para audiência pública sobre PPA 2018/2021 e LDO 2019



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Dois munícipes ocuparam Tribuna Popular na 41ª reunião ordinária






Nesta segunda-feira (6), os vereadores aprovaram, na 41ª reunião ordinária, o projeto de decreto legislativo 69/2017, que insitui na Câmara o Fórum Permanente de Segurança Pública. A propositura, de autoria da vereadora Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes (PPS), foi apreciada em redação final. As duas emendas ao projeto - dos vereadores Laércio Trevisan Jr. (PR) e Pedro Kawai (PSDB) - foram retiradas, a pedido dos próprios autores. Além disso, foram analisadas 32 proposituras, entre projeto de decreto legislativo, moções e requerimentos.

Das 12 moções votadas em discussão única, 11 são de aplausos e uma de apelo (94/2018), da vereadora Coronel Adriana (PPS), em prol da instalação na cidade de posto de atendimento da SPPrev (São Paulo Previdência).

Ainda em discussão única foram apreciados 19 requerimentos, entre eles o 393/2018, da vereadora Nancy Thame (PSDB), que solicita informações do Executivo sobre eventual elaboração do Plano Municipal do Livro e Leitura.

Os parlamentares votaram também o requerimento 422/2018, para que seja realizada na Câmara audiência pública, em 22 de agosto, às 14h, quando serão discutidos os projetos que tratam do PPA (Plano Plurianual) 2018/2021 e a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2019.

A pauta trouxe ainda o projeto de decreto legislativo 39/2018, que não foi votado por ter recebido emenda.

O vereador Lair Braga (SD) apresentou o requerimento 423, aprovado em regime de urgência, que solicita ao Executivo informações sobre a derrubada do muro no bairro Santa Rita.

Ocuparam a Tribuna Popular os municípes José Edvaldo Brito, que falou sobre denúncias contra o Poder Executivo e defendeu processo de impeachment contra o prefeito Barjas Negri (PSDB), e Jânio Duarte Passarini, que reclamou do atendimento prestado na rede municipal de saúde.

Prevista na pauta, a moção de aplausos 62/2018 foi adiada, a pedido da autora, a vereadora Coronel Adriana.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: Reunião Ordinária

Notícias relacionadas