PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 20 DE SETEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

12 DE SETEMBRO DE 2017

Coronel Adriana lamenta falta de reposição salarial aos policiais


Ela citou morte cerebral de um tenente em Osasco



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Vereadora ocupou a tribuna da Câmara na 50ª reunião ordinária




Os policiais militares continuam morrendo e há quatro anos permanecem sem reposição salarial, lamentou a vereadora Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PPS), ao ocupar a tribuna da Câmara nesta segunda-feira, 11, na 50ª reunião ordinária.

Adriana citou que existem muitas desculpas para as mortes. E, como exemplo, comentou a morte cerebral de Marcos Rogério Okada Vieiros, tenente em Osasco, vítima de tiro no rosto durante suposta tentativa de furto de sua moto. Segundo ela, são 102 policiais mortos no Rio de Janeiro, situação menos crítica no estado de São Paulo, porém ainda preocupante.

"Todas as categorias tiveram aumento, menos os policiais militares. Isso é muito grave. São eles que garantem o nosso direito de ir e vir. Se não estivessem nas ruas, garanto que não conseguiríamos chegar aqui", avaliou a parlamentar.

O gasto estimado em R$ 1 milhão na cidade para coberturas de pontos de ônibus também foi citado pela parlamentar, ao deixar como sugestão de "critica construtiva" a necessidade de conceber projetos a partir das prioridades da população, em especial num contexto de crise financeira.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoAdriana Nunes

Notícias relacionadas