PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 24 DE MAIO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

07 DE DEZEMBRO DE 2021

Vereador critica possível veto à projeto que beneficia servidores


Zezinho Pereira (DEM) afirma que o projeto 154/2021 é direito do funcionalismo e está no orçamento



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Vereador Zezinho Pereira (DEM)






O vereador Zezinho Pereira (DEM) utilizou a tribuna da Câmara para demonstrar sua indignação quanto ao possível veto do Executivo ao projeto de lei 154/2021, aprovado pelos vereadores, que trata da preservação do abono-desempenho aos servidores, de modo que não gerem prejuízo à remuneração as ausências justificadas por atestados médicos durante a vigência de decreto de calamidade pública, em razão de pandemia, em que o funcionário for afastado por contaminação.

"Esses servidores colocaram sua vida em risco e é inadmissível cercear esse direito. Conte com o voto desse vereador, vou votar a favor do funcionalismo. Muitas pessoas não teriam coragem de ficar na linha de frente da Covid-19. Então, acho que essa questão do veto, o prefeito Luciano Almeida (DEM) precisa fazer uma avaliação melhor, pois esse projeto passou pela Câmara e teve a votação da maioria dos pares, e agora vai vetar", afirmou

Ele também abordou a questão dos autistas. "O prefeito disse, em uma transmissão pela internet, que eu fiz emenda para construir prédio e não é isso que a emenda fala. Basta entrar em contato com o meu gabinete. Essa emenda não é para construir, mas para ajudar as pessoas com autismo. O prefeito pode falar que está errada a emenda, mas ele não fala que está ruim, pois ele vai dar R$ 8 milhões ao invés de R$ 4 milhões, mas falar que está errada, nunca na vida. Esse vereador nunca faria emendas para prejudicar as entidades", afirmou.

Em aparte, o vereador Cássio Luiz Barbosa, o Cássio Fala Pira (PL), também comentou sobre as ações do Executivo. "Nessa Casa, parece que quando é interesse do Executivo colocar, criar impostos, pedem para votar. Quando é para a população, eles pedem para não votar. A população só perde. Quem tem filho autista em casa sabe da dificuldade. Estamos com falta de especialistas, está um caos a cidade", afirmou.

Confira a fala completa dos vereadores no vídeo anexo.



Texto:  Rebeca Paroli Makhoul - MTB 25.992
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Legislativo Zezinho Pereira Cassio Luiz

Notícias relacionadas