PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 18 DE AGOSTO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

22 DE MARÇO DE 2022

Sistema Detecta São Paulo é apresentado pela Policia Militar


O objetivo é auxiliar o trabalho policial em atividades operacionais e investigativas, acessando diversos bancos de dados de instituições; confere o vereador Gilmar Rotta



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Sistema Detecta São Paulo é apresentado pela Policia Militar

Sistema Detecta São Paulo é apresentado pela Policia Militar
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Sistema Detecta São Paulo é apresentado pela Policia Militar

Sistema Detecta São Paulo é apresentado pela Policia Militar
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução

Sistema Detecta São Paulo é apresentado pela Policia Militar



O sistema detecta da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo é um sistema integrador de informações que realiza, com celeridade, a correlação de informações para auxiliar a tomada de decisões das policias militar, civil e científica. O objetivo é auxiliar o trabalho policial em atividades operacionais e investigativas, acessando diversos bancos de dados de diferentes instituições, correlacionando informações e imagens de locais, pessoas e veículos e promovendo ações policiais coordenadas.

O Comandante Ten Cel Bergamasco informou a importância das câmeras instaladas por toda cidade, sejam as realizadas pela prefeitura quanto as de estabelecimentos/residências particulares.

O Major Neymar explicou o funcionamento do sistema e disse que muitos casos são resolvidos pelo Detecta, implantado pelo Governo do Estado em 2014. Hoje, o sistema conta com 3.144 câmeras em 1.497 pontos de todo o Estado de São Paulo. Desse total, 2.215 câmeras se encontram em 469 locais da cidade de São Paulo, em parceria com a prefeitura da capital e com a utilização de equipamentos da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

Também são utilizadas nas operações policiais, as imagens de câmeras particulares, que são analisadas e triadas pelos funcionários das empresas. As imagens relacionadas com ocorrências policiais são enviadas para o banco de dados na forma de alertas. Elas são gravadas e armazenadas onde foram registradas e podem ser requisitadas em caso de ação policial ou militar.

Ao todo, 56 municípios paulistas estabeleceram parceria para a integração ao Detecta. O presidente da Câmara, Gilmar Rotta (Cidadania), informou que a Casa de Leis está em processo de troca das câmeras de segurança externas, e que irá firmar convênio com o Sistema Detecta, que é gratuito, para auxiliar na alimentação do banco de dados em busca de melhorar a segurança cada vez mais da nossa cidade.

O Major ressaltou que qualquer um pode firmar o convenio com esse sistema, sendo necessário  em primeiro lugar, oficiar o secretário de Segurança Pública, comunicando seu interesse. Com essa ação se provoca o contato de uma equipe técnica que irá apresentar o funcionamento do Detecta e verificar quais sistemas disponíveis se possui, o que inclui o Monitoramento por Leitor Automático de Placas – LAP ou Videomonitoramento de Ambientes, ou ambos. 

O segundo procedimento é avaliar se o sistema está compativo, onde a Assessoria Técnico Policial da SSP/SP, que irá indicar o firmamento de convênio.  No terceiro passo, é firmado o ajuste, mediante ações de equipes técnicas da Polícia Militar e Prodesp, que irão auxiliar o conveniado a fazer os ajustes para conexão dos serviços disponíveis, informados nos anexos III, IV e V, podendo ser em todos eles ou em apenas um deles, conforme a necessidade.

Participaram da reunião: Comandante Tenente Coronel Bergamasco, Major Silvia, Major Neymar, 1º Tenente Tertuliano, Capitão Munhoz, Capitão Sol Reys.

 

 

 



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Revisão:  Martim Vieira - MTB 21.939


Segurança

Notícias relacionadas