PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 20 DE OUTUBRO DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

07 DE JULHO DE 2020

Requerimento questiona retomada das aulas e ensino a distância


Vereadora Nancy Thame (PV) questionou o Executivo sobre a metodologia do ensino a distância e a retomada das aulas presenciais



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Requerimento 323/2020 é de autoria da vereadora Nancy Thame (PV)






O requerimento 323/2020, que pede informações ao Executivo sobre a educação municipal em Piracicaba durante o período da pandemia, foi aprovado durante a 21ª reunião extraordinária, desta segunda-feira (6). A propositura, de autoria da vereadora Nancy Thame (PV), pede informações sobre ensino à distância durante este período e sobre o planejamento para retomada das aulas presenciais nas escolas.

De acordo com a vereadora, ela vem recebendo demandas no gabinete quanto à metodologia de ensino e o efetivo aproveitamento dos alunos da rede municipal, especialmente os do ciclo I do Ensino Fundamental. No requerimento, Nancy Thame destaca a necessidade de ações e planejamento da Secretária Municipal de Educação para a inclusão dos alunos, que se encontram sem aulas por três meses seguidos, na continuidade do ensino e aprendizagem em época de pandemia.

A vereadora considerou a recente divulgação de retomada das aulas presenciais, a partir do mês de setembro, para questionar o Executivo sobre o panorama do ensino municipal durante o período de suspensão das aulas presenciais; sobre a infraestrutura e formação oferecida aos alunos para o ensino a distância; e se a metodologia tem alcançado os objetivos.

Durante a reunião extraordinária desta segunda, Nancy Thame destacou que a retomada das aulas presenciais “tem angustiado alunos, pais e professores que fazem parte do grupo de risco”. No requerimento, a vereadora questiona quais encaminhamentos têm sido dados ao planejamento da retomada das aulas presenciais e como será suprida a falta dos professores que fazem parte do grupo de risco. A existência de um diagnóstico da Secretaria de Educação para identificar as crianças em situação de risco também foi indagada pela vereadora.

Nancy Thame ainda fez questionamentos sobre possibilidade de inclusão de mais alimentos e de frutas no kit alimentação distribuído pela prefeitura. “Tem questões aqui que a gente acha bastante pertinentes, feitas por um grupo que a gente chama de grupo educação, mais a demanda de munícipes e principalmente de pessoas que estão na rede", informou a vereadora, ao discutir o requerimento durante a reunião.



Texto:  Daniela Teixeira - MTB 61.891
Supervisão de Texto e Fotografia: Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Legislativo Coronavírus Nancy Thame

Notícias relacionadas