PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 22 DE SETEMBRO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

14 DE SETEMBRO DE 2020

Relação entre arte e psicanálise é abordada em live


Professor e psicanalista Giovanni Guidi participou da live da última sexta-feira (11) do programa Parlamento Aberto.



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução

Giovanni Guidi falou sobre arte e psicanálise na live de sexta-feira (11)





A relação entre arte e psicanálise foi abordada na live de sexta-feira (11) do programa Parlamento Aberto, pelo professor e psicanalista Giovanni Guidi, co-autor do Sublimação, projeto voltado a analisar filmes sob a ótica do campo clínico proposto por Sigmund Freud.

O encontro desses assuntos pode ser observado já no processo de desenvolvimento da psicanálise, quando Freud cita obras artísticas para explicar seu método. Guidi explica que, em suas obras,cita, por exemplo, Édipo, de Sófocles, para tratar da relação ambivalente da criança com os pais, ou Hamlet, de Shakespeare, no intuito de discutir o ciúme entre irmãos.

“Freud tinha grande estima pelos artistas, ele dizia que os artistas estavam à frente da psicanálise”, comentou Guidi. Além de Freud, o professor cita o psicanalista Otto Rank, que estudou a associação da psicanálise com a arte por meio da leitura da jornada do herói, conceito analisado posteriormente por Joseph Campbell.

Guidi também falou sobre a apropriação da psicanálise pelas manifestações artísticas. No surrealismo, por exemplo, são trabalhadas questões do inconsciente, como a interpretação dos sonhos, estudos sobre a histeria, entre outros, visualizadas em obras de grandes artistas como André Breton e Salvador Dalí.

No Brasil, a psicanálise foi utilizada por movimentos modernistas, tanto para a construção de personagens quanto para a criação de um projeto modernista. Em obras de autores como Oswald de Andrade e Mario de Andrade, o estudo dos conflitos do ser humano na sociedade é um dos pontos presentes na construção artística.

De acordo com Guidi, a psicanálise também foi disseminada por jornais, como o Correio Paulistano, que possuía coluna focada na análise de filmes com base nos preceitos da psicanálise. “Os jornais também ajudaram a difundir esse conceito a partir da leitura psicanalítica”, disse. No cinema, a psicanálise é evidenciada através da história de vida dos personagens, da abordagem do ato falho, sonhos, entre outros.

SUBLIMAÇÃO - O envolvimento com a discussão acerca da arte e a psicanálise motivou a criação do projeto Sublimação_AP, em 2006, que traz análises de filmes de diferentes gêneros com base nos fundamentos da psicanálise. Antes do período de isolamento social, também eram realizados encontros presenciais com exibição de filmes a cada dois meses. “A ideia do site é usar a arte para que pessoas de fora de consultórios conheçam a psicanálise”, comentou Guidi.

ACESSE O CONTEÚDO
As lives do programa Parlamento Aberto são realizadas no perfil do Instagram, que pode ser acessado em @parlamento_aberto.

As entrevistas também podem ser acessadas no canal do YouTube do Departamento de Comunicação da Câmara de Vereadores de Piracicaba e, ainda, no podcast produzido pela Rádio Câmara Web.

Para receber as informações do Parlamento Aberto direto no celular, é possível se cadastrar na lista de transmissão do Whatsapp neste link.



Texto:  Larissa Souza
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337


Parlamento Aberto

Notícias relacionadas