PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2021
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

06 DE FEVEREIRO DE 2017

Projeto de Nancy cria Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha


Se aprovada, data será celebrada anualmente em 25 de julho.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução


Começou a tramitar na Câmara, desde a reunião ordinária da última quinta-feira (2), a proposta de criação do "Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha", da vereadora Nancy Thame (PSDB). Se aprovada, a data será celebrada anualmente em 25 de julho.

De acordo com dados do Banco Interamericano de Desenvolvimento e do Observatório Brasil da Igualdade de Gênero, a mulher negra, embora trabalhe mais, tem rendimento mínimo, em condições precárias e de informalidade. As que rompem as barreiras do preconceito e da discriminação racial e ascendem socialmente necessitam de grande empenho, abdicando de outros aspectos de suas vidas, como lazer, relacionamento e maternidade.

Nancy explica que o objetivo da criação do "Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha" é permitir a realização de ações que lembrem o marco internacional da luta e resistência das mulheres negras contra a opressão de gênero, o racismo e a desigualdade socioeconômica.

"Essa realidade presente é, ainda, resquício do período escravista, mas tem se modificado por meio da organização e luta das mulheres negras da América Latina e do Caribe. As mulheres negras estão em processo de empoderamento, lutando para transformar a realidade, superar as desigualdades e construir uma nova cultura na sociedade, de combate à opressão de gênero e ao racismo, assim conquistando espaços de inserção na universidade e no mercado de trabalho, na economia, na sociedade e na política", salienta Nancy.

Ao fazer uso da Tribuna Popular, na reunião ordinária do último dia 2, o presidente do Conselho Deliberativo da Sociedade Beneficente Treze de Maio, e da Aacripir (Associação dos Advogados Criminalistas de Piracicaba e Região), José Silvestre da Silva parabenizou a vereadora pela iniciativa da propositura.

Se a criação da data for aprovada pelo plenário, as ações para celebrá-la serão realizadas por meio de eventos ou atividades como: palestras, reuniões solenes, debates, simpósios, encontros, plenárias, conferências, fóruns, audiências, círculos de estudos, campanhas, workshops ou outras ações que tenham a finalidade de promover e valorizar a igualdade da mulher nos diferentes espaços sociais, econômicos, culturais e políticos.

As atividades poderão ser realizadas em conjunto com o Poder Executivo municipal, empresas, instituições, universidades, entidades, órgãos, organizações, associações ou fundações, sejam governamentais ou não-governamentais, com ou sem fins lucrativos ou econômicos.



Texto:  Assessoria parlamentar
Revisão:  Redação


Cidadania Nancy Thame

Notícias relacionadas