PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 10 DE AGOSTO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

06 DE MARÇO DE 2020

Produtores rurais serão homenageados pela Câmara


A moção de aplausos 35/2020 é de autoria do vereador Marcos Abdala (REP)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Marcos Abdala (REP) é o autor da homenagem






Os produtores rurais Vanderlei Sanches Baesteiro e Marcelo Fernando Ferezini irão receber uma moção de aplausos por terem sido contemplados pelo Programa de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) -  Preservando o Futuro. A propositura é de autoria do vereador Marcos Abdala (REP) e foi aprovada durante a reunião ordinária desta quinta-feira (5).

O programa Preservando o Futuro tem como objetivo a conservação de áreas rurais com potencial para a produção de água bruta dentro dos limites municipais e é coordenado pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Sema).  A cada ano o programa contempla proprietários rurais que desenvolvem ações ligadas à qualidade e manutenção dos recursos hídricos.

O horticultor piracicabano Vanderlei Sanches Baesteiro, recebeu o reconhecimento do Programa por realizar um projeto de reflorestamento, com 500 mudas de árvores nativas. Em seu sítio de três hectares foram plantadas diversas espécies árvores e esse reflorestamento trouxe benefícios como a preservação das nascentes, o fim das erosões no entorno do açude e a manutenção da temperatura ideal do solo nas áreas de cultivo. Já o produtor Marcelo Fernando Ferezini, foi contemplado pelo plantio de 500 árvores da flora nativa, nos três hectares do sítio de sua propriedade no Bairro Pau Queimado.  

Ambos irão receber a moção de aplausos pelo desenvolvimento de projetos de preservação de áreas verdes, nascentes de rios e ribeirões.

O vereador José Longatto (PSDB) ocupou a tribuna para parabenizar a iniciativa de Abdala. Ele agradeceu ao prefeito Barjas Negri por abraçar o projeto e dar uma contribuição financeira para 12 famílias no ano passado e esse ano. “Para o agricultor fazer o reflorestamento daquela nascente ele vai perder uma certa quantidade de terra, então para ele cuidar dessa nascente nada mais justo que nós, que moramos na malha urbana venha contribuir (financeiramente) com esse agricultor", afirmou Longatto. 

 

 



Texto:  Daniela Teixeira - MTB 61.891
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Legislativo Marcos Abdala

Notícias relacionadas