PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JULHO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

29 DE MAIO DE 2020

Moção pede ao Sesi que reveja decisão de demitir funcionários


Propositura, de autoria de Matheus Erler e Nancy Thame, foi aprovada nesta quinta-feira, durante a 9ª reunião extraordinária.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Moção de apelo de Matheus Erler foi aprovada nesta quinta-feira






Por meio da moção de apelo 55/2020, os vereadores Matheus Erler (PSDB) e Nancy Thame (PV) pedem ao Sesi/Fiesp que reveja as decisões de extinguir os setores esportivo e cultural da unidade de Piracicaba e de demitir funcionários ligados a essas áreas. Eles sugerem que a instituição, ao invés de optar pela demissão, reduza a carga horária e os salários, conforme prevê a Medida Provisória 936/2020, do governo federal.

Na propositura, aprovada nesta quinta-feira (28), durante a 9ª reunião extraordinária, os vereadores citam a informação veiculada em reportagem do Jornal de Piracicaba, no último dia 21, que afirma que a diretoria do Sesi não se manifestou acerca de um planejamento futuro para essas áreas na cidade. "Essas atividades são de suma importância para a população de Piracicaba e essas demissões, bem como a extinção desses setores, sem dúvida alguma, afetarão a vida das pessoas que utilizam desses serviços quando voltarmos à normalidade", observou Erler a justificar o voto. 

O parlamentar argumenta, ainda, que os funcionários demitidos engrossarão, ainda mais, as filas das pessoas desempregadas no país por consequência da pandemia do novo coronavírus. Ele lembra que o governo federal, além de ter criado o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, também permitiu a suspensão temporária do contrato de trabalho, tornando-se responsável pelos pagamentos dos funcionários afetados pela medida. "Todas as medidas vêm sendo tomadas no sentido de envidar esforços para manter o maior número possível de empregos, possibilitando a sobrevivência das famílias e das economias municipais, estaduais e federais", ponderou.

Nancy informou que havia protocolado Moção com o teor, mas que diante do sistema de protocolo, alterado diante da pandemia, não conseguiu trazer a propositura ao plenário, sendo convidada por Erler a assinar o documento. A vereadora Adriana Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PSL), defende que este não é momento para que as instituições demitam funcionários, principalmente em se tratando de uma entidade que presta serviços essenciais às comunidades carentes da cidade.



Texto:  Raquel Soares
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Imagens de TV:  TV Câmara


Legislativo Matheus Erler

Notícias relacionadas