PIRACICABA, SÁBADO, 1 DE OUTUBRO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

29 DE NOVEMBRO DE 2016

Moção de Paiva apela para permanência das Oficinas Culturais


Vereador apresentou requerimento de urgência na sessão desta segunda-feira



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Fechamento de 11 unidades deve ocorrer a partir de 31 de dezembro



Na moção 233/2016, apresentada em caráter de urgência nesta segunda-feira, 28, na 71ª reunião ordinária, o vereador José Antonio Fernandes Paiva (PT) apela ao governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, para que reveja a decisão de fechar as Oficinas Culturais do interior e litoral, oferecidas pela Poiesis – Organização Social de Cultura.

Constituída em 1995, a Poiesis promove cursos de iniciação e capacitação artística nas mais diversas áreas, com atividades oferecidas para todas as faixas etárias – de crianças à terceira idade – e estão presentes em várias regiões de São Paulo.

Segundo reportagem do site da rádio da Ufscar, postada no último dia 24, funcionários de 11 Oficinas Culturais foram comunicados do fechamento de unidades a partir do dia 31 de dezembro. Atualmente são 15 unidades, que atendem mais de 400 municípios, com mais de 71 mil vagas abertas por ano nas diferentes atividades oferecidas.

Piracicaba é atendida pela Oficina Cultural Carlos Gomes, em Limeira, fundada em 1997. O primeiro atendimento em Piracicaba ocorreu em 1999 e, desde então, a cidade recebe a programação anualmente. Entre 2011 e 2016, a Oficina Cultural fez parcerias com o CEDHU – Centro Nacional de Documentação, Pesquisa e Divulgação do Humor Gráfico de Piracicaba, ligado ao Salão Internacional de Humor de Piracicaba, e com a Pinacoteca Municipal Miguel Dutra. Ato todo, nos últimos cinco anos, foram 22 atividades e 415 vagas.

“Nos últimos anos, a política cultural do Estado de São Paulo reduziu drasticamente o investimento nas Oficinas Culturais”, diz Paiva, ao citar que o orçamento caiu de 100 mil reais em 2014 para menos de 50 mil reais em 2016. Em 23 de março do ano passado, site do Estadão noticiou a queda de 30% no repasse das verbas, com o fechamento e demissão de funcionários.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Legislativo José Paiva

Notícias relacionadas