PIRACICABA, SÁBADO, 29 DE JANEIRO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

12 DE JANEIRO DE 2022

Moção de Aplausos marca os 10 anos da Fábrica de Sinos Piracicaba


"A empresa do meu bisavô fabricou os sinos da Catedral de Santo Antônio", disse Marcos de Campos Angeli, um dos sócios da Fábrica de Sinos Piracicaba



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (1 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Thiago Ribeiro, Marcos Marcelo de Campos Angeli e o vice-presidente da Câmara, vereador Acácio Godoy

Thiago Ribeiro, Marcos Marcelo de Campos Angeli e o vice-presidente da Câmara, vereador Acácio Godoy
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (2 de 4) Salvar imagem em alta resolução

hiago Ribeiro, Marcos Marcelo de Campos Angeli e o vice-presidente da Câmara, vereador Acácio Godoy

hiago Ribeiro, Marcos Marcelo de Campos Angeli e o vice-presidente da Câmara, vereador Acácio Godoy
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (3 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Momento de leitura da moção de aplausos

Momento de leitura da moção de aplausos
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (4 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Moção de aplausos para a Fábrica de Sinos Piracicaba

Moção de aplausos para a Fábrica de Sinos Piracicaba
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 Salvar imagem em alta resolução

Thiago Ribeiro, Marcos Marcelo de Campos Angeli e o vice-presidente da Câmara, vereador Acácio Godoy



Os 10 anos da Fábrica de Sinos Piracicaba foram lembrados na tarde desta quarta-feira (12) por meio de homenagem, proposta pelo vice-presidente da Câmara Municipal, Acácio Godoy (PP), à empresa. A entrega da moção de aplausos 99/2021 se deu no hall da Sala da Presidência e contou, também, com a participação do vereador Thiago Ribeiro (PSC).

A tradição, conta Marcos Marcelo de Campos Angeli, um dos sócios da indústria, começou com o bisavô que veio da Itália para São Paulo (SP). Em 2010 uma parte da família transferiu-se para Piracicaba e, aqui, teve início o trabalho com a restauração dos sinos da Catedral de Santo Antônio – na área Central do município.

“Nós ficamos oito meses montando a empresa, sendo que tivemos apoio de funcionários aposentados da fábrica de São Paulo, que trabalharam com o meu avô e o meu pai. Foi um ano de muita luta, o início foi bem difícil, pois não tínhamos maquinário e fomos comprando devagar”, relembra Angeli.

Ao longo dos 10 anos de existência, importantes trabalhos de restauro de sinos foram feitos em igrejas. “Os sinos da Catedral de Santo Antônio e da Paróquia do Bom Jesus do Monte foram fabricados pelo meu bisavô”, complementa Marcos Angeli.

Além de sinos, a empresa comercializa, aproximadamente, 250 produtos litúrgicos do mercado religioso, principalmente do segmento católico. “Fabricamos desde sinos pequenos até cinco toneladas, sendo que os sinos tradicionais têm aproximadamente mil quilos”, explica o empresário. Os materiais são confeccionados em bronze e contam com 30 anos de garantia.

PERSISTÊNCIA E TRADIÇÃO – Para o autor da homenagem, a tradição se consolidou com a persistência dos empresários “que apostaram na nossa cidade”, destaca o vereador Acácio Godoy. Ele pontua que a população tem o som emitido pelos sinos “como um referencial”, alertando uma comunidade para um evento a ser promovido pelas igrejas, no caso, as missas.

Na sua fala, o parlamentar destacou que não é fácil uma pequena e média empresa no Brasil “fazer um aniversário de 10 anos”, por conta dos problemas financeiros que enfrentam nos primeiros anos de atividades. “Isso significa diversas vitórias nos cenários econômico e do trabalho”, completou.

 

 

 



Texto:  Marcelo Bandeira - MTB 33.121
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Homenagem Acácio Godoy

Notícias relacionadas