PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

19 DE MARÇO DE 2020

Fórum para o Trânsito levará capacitação a estudantes da rede estadual


Vereador Isac Souza aproximou Centro de Formação de Condutores da Diretoria Regional de Ensino



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Videoconferência aconteceu na manhã desta quinta-feira



Aprofundar o conhecimento sobre o trânsito dos estudantes da rede estadual dos ensinos fundamental 2 e médio, com idade entre 11 e 17 anos. Esta é a proposta que está sendo desenhada entre o Fórum Permanente sobre Educação para o Trânsito da Câmara de Vereadores de Piracicaba, a CFC (Centro de Formação de Condutores) Piracicaba e a DRE (Diretoria Regional de Ensino).

Coordenador do Fórum, o vereador Isac Souza (PTB) tratou do assunto em uma reunião por videoconferência, na manhã desta quinta-feira (19). A opção pela utilização da internet é em decorrência das recomendações de isolamento, em função do Covid-19 (novo Coronavírus).

Além dele, participam o professor coordenador do Núcleo Pedagógico da DRE, João Antonio Gambaro, e Alexandre Tadei, proprietário do CFC Piracicaba. A discussão foi acompanhada ainda por Marcos Barreto, assessor de gabinete parlamentar.

Segundo Isac, uma das principais intenções do Fórum é atuar na cultura de paz, para um trânsito mais seguro na cidade. O trabalho com o público jovem vem justamente por ele não apresentar vícios. A idade média dos estudantes do sexto ano ao nono ano do ensino fundamental é entre 11 e 14 anos, enquanto do primeiro ao terceiro ano do ensino médio é de 15, 16 e 17 anos.

“Este é o público alvo que está perto de solicitar autorização para habilitação. A proposta da pauta foi a de reunir as duas frentes: CFC e representante das escolas, para que os adolescentes recebam as informações adequadas e sejamos capazes de melhorar a qualidade no trânsito da cidade, com motoristas cada vez mais conscientes”, informou o vereador, logo no início da videoconferência.

A sugestão do representante da Diretoria Regional de Ensino é que o “piloto” da iniciativa comece na Escola Luiz Gonzaga, na Vila Industrial. Segundo ele, além de ser uma região em que o uso de bicicleta é alto entre os estudantes, há ações educacionais ligadas ao trânsito sendo desenvolvidas na unidade.

Outra frente a ser trabalhada, em uma fase posterior, é com os representantes dos grêmios estudantis, por conferência on-line. Assim que ocorrer a retomada das reuniões do Fórum, Gambaro pretende ainda trazer para a Câmara a direção da Escola Luiz Gonzaga. E, futuramente, a meta é que aconteça a aproximação com outros diretores e mais escolas da rede estadual.

Alexandre se propôs a comparecer nas escolas para fazer apresentações aos professores e estudantes, por acreditar que pessoalmente o diálogo fortalece o entendimento das questões. “Os jovens podem levantar as mãos, tirar as dúvidas e teríamos maior efetividade. Piracicaba é referência em várias áreas, como saneamento. Mas, quando se fala em transito, estamos atrás. A maioria dos motoristas conhece as regras, mas os comportamentos levam aos acidentes”, ponderou.

Para o diretor de CFC, é preciso preparar o jovem, para que, aos 18 anos (ano em que é permitida a primeira habilitação), possa frequentar as aulas de formação com responsabilidade. “Começaríamos fazendo uma educação de trânsito com o jovem na escola e que depois já estaria mais amadurecido para questões técnicas e profissionais abordadas nos cursos de habilitação”, completou.

Gambaro informou que as aulas na rede estadual de ensino estão suspensas por decreto do Governo do Estado de São Paulo e que buscará agenda para as palestras tão logo a situação seja normalizada. “Ainda não sabemos quanto tempo as aulas permanecerão suspensas e, após isso, o calendário escolar será reorganizado”, disse.

O vereador Isac explicou que a opção foi por manter a reunião, marcada anteriormente, porém, se apropriando das tecnologias disponíveis. “Tivemos que realizar a reunião por videoconferência devido ao momento, que requer cuidados. Aderimos às orientações das autoridades da área da saúde. É uma forma de continuarmos os trabalhos”, disse Isac.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Fórum de Educação para o Trânsito

Notícias relacionadas