PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 13 DE AGOSTO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

09 DE JULHO DE 2020

Falta de interação com o verde prejudica qualidade de vida


Engenheiro agronômico Marcelo Machado Leão falou sobre a importância da arborização para qualidade de vida nas cidades e os desafios da arborização no sistema viário



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução

Palestra foi transmitida pelo Youtube da Escola do Legislativo, nesta quinta-feira (9)





“A qualidade de vida tem sido cada vez mais prejudicada e a falta de interação com o verde na cena urbana é um dos principais atores responsáveis por esse problema”, afirmou Marcelo Machado Leão, engenheiro agrônomo e pesquisador no Laboratório de Silvicultura Urbana da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", da Universidade de São Paulo), ao falar da importância da arborização urbana.

O engenheiro agrônomo ministrou a palestra ‘Gestão de árvores urbanas em vias públicas’, na tarde desta quinta-feira (9). A palestra, promovida pela Escola do Legislativo da Câmara de Vereadores de Piracicaba, foi transmitida ao vivo pela internet e integra o tema III do ciclo de palestras 'Silvicultura Urbana: Plantar, Avaliar e Manejar'.

De acordo com o pesquisador, o sistema viário compreende as ruas, as calçadas, as ilhas verdes, os equipamentos que o compõe (rede de água, de saneamento, de telecomunicações e energia elétrica) e a “possível e difícil” integração com a vegetação de porte arbóreo. Segundo ele, a dificuldade de interação se dá principalmente nos ambientes que não receberam o adequado planejamento.

Na palestra, Marcelo Machado destacou a “incontestável importância” da arborização dentro do sistema viário pois, segundo ele, as árvores são as responsáveis pela distribuição e conexão entre a malha urbana. “A gente sabe que é importante a árvore na área particular, é importante no parque, é importante na praça, mas esse elo de conexão entre o ser humano e a cidade é a arvore que tá ali em frente a casa da pessoa. Então a gente sabe que é importante a árvore do sistema viário, é ali que ela vai prestar o máximo de serviços ambientais para uma cidade”, afirmou.

Para o pesquisador, o desafio é “basicamente é colocar a árvore certa no lugar certo”. Ele explicou para os participantes da palestra os esforços realizados a fim de minimizar, mitigar, evitar e controlar os problemas que eventualmente a árvore apresenta em decorrência de uma falta de planejamento e de manejo.

Investir em normas de legislação, incrementar tecnologias nos processos de licenciamento para reduzir a burocracia, envolvimento comunitário, melhorias na qualidade da poda e nutrição de árvores foram algumas das soluções citadas pelo engenheiro agrônomo para manter a árvore “o máximo de tempo possível”, no sentido de melhorar a qualidade de vida das cidades. Ele também citou tecnologias de gestão, manejo arbóreo e alternativas para não deixar as árvores chegarem nas redes elétricas, como caminhos para melhorar a arborização viária.

A palestra ‘Gestão de árvores urbanas em vias públicas’, que teve a apresentação da vereadora Nancy Thame (PV), diretora da Escola do Legislativo, está disponível no canal do Youtube da Escola através do link https://www.youtube.com/watch?v=7Scc8L79lHM.

 

 



Texto:  Daniela Teixeira - MTB 61.891
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Escola do Legislativo Nancy Thame

Notícias relacionadas