PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE JULHO DE 2020

Exposição resgata a história dos 45 anos da sede própria da Câmara


Edifício Prudente de Moraes foi inaugurado em 1ª de agosto de 1975, pelo então presidente Antonio Messias Galdino



EM PIRACICABA (SP)  

Equipe do Departamento de Documentação e Transparência é responsável pela exposição

Equipe do Departamento de Documentação e Transparência é responsável pela exposição

Equipe do Departamento de Documentação e Transparência é responsável pela exposição

Equipe do Departamento de Documentação e Transparência é responsável pela exposição

Equipe do Departamento de Documentação e Transparência é responsável pela exposição

Equipe do Departamento de Documentação e Transparência é responsável pela exposição

Inauguração do prédio aconteceu em 1º de agosto de 1975

Inauguração do prédio aconteceu em 1º de agosto de 1975

Inauguração do prédio aconteceu em 1º de agosto de 1975

Inauguração do prédio aconteceu em 1º de agosto de 1975

Adilson Benedicto Maluf e Antonio Messias Galdino, em 1º de agosto de 1975

Adilson Benedicto Maluf e Antonio Messias Galdino, em 1º de agosto de 1975

Então presidente da Câmara, Antonio Messias Galdino garantiu entrega da obra em 1º de agosto

Então presidente da Câmara, Antonio Messias Galdino garantiu entrega da obra em 1º de agosto
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (8 de 9) Salvar imagem em alta resolução

Fachada atual do Legislativo Piracicabano

Fachada atual do Legislativo Piracicabano
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (9 de 9) Salvar imagem em alta resolução

Fachada atual do Legislativo Piracicabano

Fachada atual do Legislativo Piracicabano
Salvar imagem em alta resolução

Inauguração do prédio aconteceu em 1º de agosto de 1975



O aniversário de 253 anos de Piracicaba ––neste 1º de agosto–– coincide com uma comemoração na Câmara de Vereadores de Piracicaba. Na mesma data, em 1975 (há 45 anos), era inaugurado o Edifício Prudente de Moraes, o prédio principal da Casa de Leis, na rua Alferes José Caetano, 834, Centro. As curiosidades e informações históricas desse marco foram reunidas em uma exposição virtual.

A mostra é uma criação do Departamento de Documentação e Transparência e está disponível entre os dias 1ª e 30, pela plataforma My Portfolio, no endereço exposicao45anos.myportfolio.com, ou no ícone no topo da página inicial do site da Câmara.

"Conseguimos a planta original, com o arquiteto Walter Naime, um dos responsáveis pelo projeto, como ainda o memorial justificativo, com a assinatura dos também arquitetos Cyro Otavio Gatti Ferraz de Toledo e João Chaddad", explica Bruno Didoné de Oliveira, que dirige o departamento e assina a supervisão da exposição virtual. A pesquisa envolveu o trabalho da arquivista Giovanna Fenili Calabria e das estagiarias Eduarda Moretti, Bianca Andrade, Laura Lima e Vitória Melega.

Para a organização do conteúdo no site, a equipe do departamento criou seções sobre o projeto arquitetônico, a ata inaugural das novas instalações, imagens da inauguração e a divulgação na imprensa, além de uma galeria de imagens sobre o Edifício Prudente de Moraes em 2020.

No topo do site da exposição virtual há o menu “Depoimentos”, entre eles do atual presidente da Câmara, vereador Gilmar Rotta (CID). "Temos Prudente de Moraes como nosso patrono, o primeiro presidente civil do país, além de vereador e presidente desta Casa, senador e deputado. É aqui que a população vem debater saúde pública, conversar com os vereadores, participar das audiências públicas. Temos uma Câmara inclusiva, democrática, atendendo todas as demandas. É onde discutimos o crescimento de nossa querida Piracicaba", declarou Gilmar, no material disponível.

De acordo com Oliveira, para a montagem da exposição a equipe do departamento recorreu ao jornalista e advogado Antonio Messias Galdino, assessor parlamentar do gabinete do vereador Carlos Gomes da Silva, o Capitão Gomes (PP). Galdino ocupou vários cargos no Legislativo local nos últimos anos e era, no ano de 1975, o presidente da Câmara, então composta por 17 vereadores, dos partidos MDB e Arena (os dois únicos existentes no período). Entre as contribuições dadas por Galdino à equipe esteve a identificação das fotografias da inauguração.

Segundo Galdino, um novo prédio foi necessário porque as instalações da Câmara estavam funcionando de forma improvisada. "Estávamos em um prédio pequeno, mal-ajeitado, desalojado, quase caindo". O prédio antigo ficava na esquina das ruas Alferes José Caetano e São José (onde hoje é o estacionamento da Câmara). 

O projeto original, denominado de "Praça dos Três Poderes", previa a ocupação de todo o quarteirão das ruas Alferes José Caetano, São José, Rosário e Prudente de Moraes. A ideia dessa praça era a de concentrar também as sedes do Executivo municipal e do Judiciário estadual, que, interligados por uma esplanada, concentraria eventos cívicos. A inspiração veio da construção de Brasília. 

As obras começaram em 1967 e demoraram a ficar prontas por causa da morte, um ano depois, do então prefeito Luciano Guidotti. A entrega do edifício aconteceu na gestão de Adilson Benedicto Maluf, com algumas modificações ao projeto original. “Havia esse edifício parado, que eu tive a satisfação e a honra de conseguir, com o prefeito da época, a conclusão das obras e a inauguração, no dia do aniversário da cidade", declarou Galdino, o primeiro presidente negro da Câmara, fato que considera "um pequeno avanço social, no sentido da inclusão do negro na sociedade piracicabana".

Para a inauguração, duas solenidades foram realizadas naquele 1º de agosto: às 11h, no novo prédio, com benção do dom Aníger Francisco de Maria Melillo e o descerramento da placa inaugural, e às 20h, no Clube Coronel Barbosa, onde ocorreu entrega do Título de Cidadão Piracicabano ao bispo dom Angelico Sandalo Bernardino, além de outras homenagens.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Exposição Gilmar Rotta

Notícias relacionadas